Primeiros passos para iniciar a Gestão de Frota

Primeiros passos para iniciar a Gestão de Frota

Você olhou para a forma como a sua frota é gerida hoje e entendeu que é preciso mudar o direcionamento rumo a uma gestão mais eficiente? Se é por isso que você procurou esse texto então, parabéns! É possível que você seja novo no setor, ou que a empresa tenha feito um novo investimento aumentando o volume de trabalho e a complexidade em consequência. Independente do motivo buscamos aqui organizar algumas ações primárias para que você possa caminhar em direção a uma gestão mais simplificada e enxuta.

Sugerimos que antes de pensar em ferramentas e processos para a melhoria da gestão que o seu primeiro passo seja a definição da sua torre de controle logístico. O conceito de torre de controle já foi explorado em outros textos nossos e se quiser se aprofundar, vale conferir!

Para definir os elementos que compõem a torre é preciso entender quais dessas camadas fazem parte dela: sua empresa é responsável pelos abastecimentos dos veículos? E as manutenções, estão a cargo da sua empresa? (é comum em contratos de aluguel que as manutenções não façam parte do contrato) Você tem a necessidade de criar rotas previamente à operação? Sua operação envolve motoristas próprios ou terceiros? A performance deles é relevante para a empresa? Justifica monitorá-los?

Essas são apenas algumas perguntas para começar o mapeamento das suas necessidades em relação à gestão de frotas. Vamos então sugerir alguns passos a tomar dentro das principais verticais que vão lhe ajudar a rapidamente iniciar um processo sustentável de controle dos ativos.

1. Gestão de Combustíveis

Se a sua empresa é a responsável pela aquisição ou realização dos abastecimentos é fundamental que essa etapa esteja bem monitorada, custos com combustíveis são um dos principais contribuintes para a formação dos gastos mensais com a frota, junto com manutenção e pneus chegam a 76% do montante.

Sendo uma fonte de magnitude tão relevante é fundamental que os menores desvios sejam medidos e controlados. Uma excelente forma de realizar isso é registrando todos os abastecimentos feitos, tenham sido eles realizados dentro da empresa (em casos onde existe um tanque interno), ou fora da empresa.

2. Gestão de Manutenções

Se você já passou pelo problema de ter um veículo frequentemente apresentando falhas, ou já foi pego de surpresa com o mal funcionamento completamente não esperado, então você tem noção de como faz diferença exercer um controle rígido de manutenções, principalmente das preventivas.

Opte por uma solução que vai te alertar no momento exato de realizar cada serviço, nesse ponto a digitalização é uma parceira excelente e muito mais eficaz do que o uso de planilhas ou de registros físicos em papel.

3. Telemetria

Você pensa ainda pensa que rastreamento e monitoramento são a mesma coisa? Caso sim, então esse é um ponto que definitivamente precisa ser olhado com mais cuidado. O rastreamento é uma solução extremamente difundida na gestão de frotas, porém, limitar-se à informação de posição do veículo é muito pouco quando pode-se ter acesso à uma gama enorme de dados como: sensores (abertura e fechamento de portas, acionamento de para-brisas), reconhecimento dos motoristas, dados de telemetria como aceleração e frenagem bruscas e muito mais.

Caso sua empresa já faça uso de um solução simples e tradicional de rastreamento aproveite esse momento para reavaliar e buscar investir em soluções robustas e que estejam interessadas na sua frota de forma mais integral.

4. Integrações

Se você hoje já faz uso de soluções como: cartões de abastecimento, roteirizadores, ERPs ou outros sistemas, é possível que você não deseje se desfazer deles ao iniciar um processo de organização do setor, e na maioria dos casos nem é indicado que se abra mão de soluções que já tem trazido resultado e já são dominadas pela equipe. No entanto, o que não se pode abrir mão é que essas soluções dialoguem e para isso nada melhor do que um produto que tenha essa característica de ser integrador.

Outros custos

Alguns custos que você precisa prestar atenção para manter a sua gestão enxuta e bem gerida são custos com multas, pedágio e horas extras. Esses custos precisam ser devidamente registrados, a fim de identificar desvios e riscos à operação.

Você como gestor precisa ter a autonomia de avaliar quais desses itens dizem realmente respeito à sua realidade, mas, é muito importante que ao iniciar esse processo você busque uma ferramenta que tenha a capacidade de centralizar essas informações e de oferecer uma gestão muito mais robusta, economizando tempo com geração de relatórios e cruzamento de informações.

A Infleet desenvolve soluções com tecnologia de ponta para simplificar a gestão da sua frota. Nos deixe saber como podemos lhe ajudar nesse processo, nosso time comercial está pronto para auxiliar você a superar seus desafios do dia a dia.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas