Tecnologia de ponta para gestão de frotas

Maior transparência da sua operação através de plataformas modulares de roteirização, manutenção, monitoramento e abastecimento.


Nossas soluções


Alinhadas com o conceito de Torre de Controle Logístico, fornecemos ferramentas capazes de economizar seu tempo e otimizar sua operação

Roteirizador

Otimize as suas rotas em questão de minutos considerando as condições de cada cliente

Monitoramento

Acompanhe a posição dos seus veículos em tempo real e gere indicadores da sua operação

Manutenção

Receba alertas e controle as ordens de serviço considerando os planos de manutenção de cada veículo

Abastecimento

Reduza os custos com combustível acompanhando a autonomia da sua frota e histórico de abastecimentos

Roteirizador

Perfeito para otimização de processos

Garanta a melhor roteirização para sua operação com as funcionalidades do nosso algoritmo personalizado

  • Previsão de custos de rota
  • Roteiros automatizados
  • Redução de consumo do combustível
  • Redução de custo com manutenção
  • Controle de carga em cada viagem

Monitoramento

Tenha um maior controle da sua operação

Acompanhe a localização da sua frota em tempo real e consulte relatórios de eficiência do seu negócio

  • Limite de velocidade
  • Pontos de parada
  • Horas ligado
    + Horas parado
  • Cercas virtuais
  • Histórico de rotas
  • Acelerações, curvas e frenagens bruscas

Gestão da Manutenção

Maior controle de custos da sua operação logística

Realize o controle das manutenções corretivas e preventivas dos seus veículos e equipamentos para reduzir seus custos

  • Plano de manutenções preventivas
  • Alertas de manutenção
  • Histórico de manutenções
  • Registro de ordem de serviço
  • Controle de custos
  • Indicadores de manutenção

Gestão de Abastecimento

Tenha um maior controle da sua operação

Realize o controle de abastecimentos dos seus veículos e equipamentos para gerir os seus gastos com combustível

  • Lançamento de abastecimentos pelo App
  • Registro de abastecimento
  • Cálculo de autonomia
  • Dashboard interativo
  • Controle de estoque para postos internos

Empresas que confiam


+ 10.000.000

km monitorados

+ 10

prêmios de inovação

100%

território nacional

Quem já falou da gente

Fique por dentro

Como o modo de condução do motorista afeta o consumo de combustível

Como o modo de condução do motorista afeta o consumo de combustível

25 de setembro de 2020

Consumo de combustível é uma dor de cabeça frequente para os gestores de frotas, não é mesmo? Segundo estudo publicado no Portal PMKB (Project Management Knowledge Base) o consumo de combustível representa 35% dos custos variáveis de uma frota. A Petrobras diz que esse número pode chegar até a 44%. Esses valores com certeza justificam a dor de cabeça. Nesse cenário, os gestores estão constantemente diante do desafio de controlar e reduzir o consumo de combustível da sua frota, a fim de aumentar a lucratividade das suas rotas e tornar a sua empresa mais competitiva. Entretanto, como fazer isso? Quais ações, você gestor, pode tomar? Para reduzir o consumo de combustível da sua frota o primeiro passo é entender o que está causando esse consumo acima do planejado. Porém, para entender a causa do problema é preciso ter transparência e para ter transparência é preciso ter dados e informação. Vamos aqui mostrar para você como obter esses dados e identificar a partir dele onde mora o seu problema e qual a causa do seu elevado consumo. Adianto para vocês que um dos principais fatores que impacta o consumo de combustível da sua frota é o modo de condução do motorista e aqui vamos mostrar por que. No post de hoje vamos falar de como o modo de condução do motorista impacta no seu consumo de combustível e daremos algumas dicas básicas que podem facilmente ser implementadas na sua empresa para que você consiga melhorar a eficiência da frota. **IDENTIFICANDO O PROBLEMA DE CONSUMO DE COMBUSTÍVEL** Primeiramente, para identificar que está ocorrendo um problema com o consumo de combustível da sua frota é preciso medir e ter dados de abastecimento. É necessário que você gestor faça um acompanhamento dos abastecimentos e custos. Com o registro de dados como quantidade abastecida, valor gasto, data, odômetro do veículo e motorista responsável, você poderá identificar a autonomia daquele veículo e a performance do motorista. Bem, uma vez registrado que o veículo deveria apresentar uma autonomia de 3,5 km/L, mas a sua autonomia foi de apenas 2,5 km/L, você vai perceber que houve um problema. Você irá perceber que a sua viagem foi menos rentável e o seu custo de combustível está acima do valor planejado. Nesse momento você vai se perguntar o por que disso ter acontecido, já que você planejou tão bem a viagem. Por que a autonomia do veículo está abaixo do planejado? A resposta, muitas vezes, está no modo de condução do motorista. **COMO O MODO DE CONDUÇÃO DO MOTORISTA AFETA O CONSUMO DE COMBUSTÍVEL** De acordo com a montadora Renault que lançou o serviço de controle do modo de condução chamado Driving Eco², melhorias no modo de condução do motorista podem resultar em até [20% de redução do consumo de combustível](http://mecanicaonline.com.br/wordpress/2018/09/10/driving-eco%C2%B2-ajuda-a-reduzir-em-ate-20-o-consumo-de-combustivel/). Outros testes realizados mostram que motoristas diferentes, realizando a mesma rota e com o mesmo veículo tiveram até [30% de diferença no consumo de combustível](https://www.researchgate.net/publication/260172245_Effects_of_A_Vehicle's_Driver_Behavior_to_The_Fuel_Economy). Apresento agora alguns dados que justificam esse impacto do modo de condução do motorista no consumo de combustível: * De acordo com o [guia do TRC](http://www.guiadotrc.com.br/noticias/not.asp?ID=26455) a velocidade ideal para um caminhão está entre 80 km/h e 88km/h, sendo que cada 1 km/h acima dessa velocidade aumenta em 1% o consumo de combustível. Ou seja, a 100 km/h o seu veículo estará consumindo 12% a mais de combustível do que o correto; * A [Petrobras](https://www.br.com.br/wcm/connect/1277595d-ef46-48c7-b67d-b792812abe25/apostila-conducao-economica-2018-final.pdf?MOD=AJPERES&CVID=mgtx1tt&CVID=mgtx1tt&CVID=mgtx1tt&CVID=mgtx1tt) diz que no caso de veículos leves o consumo de combustível pode ser 30% maior em um trecho quando ele é percorrido em alta velocidade; * Um caminhão parado com motor ligado consome cerca de 2 litros de combustível por hora. * Uso do veículo no RPM adequado pode reduzir até 20% o consumo; * Acelerações e frenagens bruscas frequentes podem [aumentar em até 40%](https://www.sgi.sk.ca/handbook/-/knowledge_base/drivers/fuel-efficient-driving-techniques) o consumo de combustível. Vemos então que o modo de condução do motorista tem um grande impacto nos custos com combustível da sua frota. E por isso, entender como os motoristas estão dirigindo, treiná-los e educá-los é fundamental para uma melhoria da eficiência e redução de custos. Outros dados, além do consumo de combustível também colaboram para essa visão. Você terá benefícios como aumento de segurança na operação e também redução dos custos de manutenção. Como? Segundo um estudo conduzido pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação (atual Ministério da Infraestrutura), por exemplo, mais de 50% dos acidentes são causados por imprudência dos motoristas. Além disso, 90% dos acidentes de trânsito são motivados por falhas humanas, conforme análise do [Observatório Nacional de Segurança Viária](https://www.onsv.org.br/90-dos-acidentes-sao-causados-por-falhas-humanas-alerta-observatorio/). Além disso, ainda de acordo com o Guia TRC, por exemplo, aumentar a velocidade de uma viagem de 88 km/h para 96 km/h aumenta em 38% os custos com manutenção. Além disso, um aumento de 27% na velocidade (para 112 km/h) aumenta em 100%, ou seja, dobra, o desgaste da banda de rodagem dos pneus. Mas agora, que você já sabe os impactos do modo de condução do motorista nos seus custos operacionais, o que fazer para reduzi-los? É preciso implementar uma cultura de condução econômica. **O QUE É CONDUÇÃO ECÔNOMICA** De acordo com a Scania a [condução econômica](https://infleet.com.br/blog/o-que-e-conducao-economica-frotas-gestao-motoristas) “é o ato de conduzir o veículo da maneira mais eficiente de acordo com o trajeto a ser executado”. Ou seja, a condução econômica consiste na correta utilização dos mecanismos do veículo, direção, aceleração, frenagem e transmissão para lidar com as situações que surgem ao longo da rota como subidas, descidas, curvas, retas, paradas e arrancadas. Desta forma, você é capaz de otimizar a eficiência energética do veículo, reduzindo o consumo de combustível, desgaste mecânico e aumentando a segurança durante a rota. **PLANO DE AÇÃO: IMPLEMENTAR UMA CULTURA DE DIREÇÃO ECONÔMICA COM TODOS OS MOTORISTAS DA EMPRESA.** A tecnologia é a grande aliada do gestor de frotas para analisar esse tipo de situação. Como saber de fato se o seu caminhão está mais econômico se você não faz um controle dos custos de combustível e autonomia dos veículos? **Assim, o primeiro passo a ser dado é:** controle os custos de combustível da sua frota. Saiba quanto você gasta por mês com cada veículo e qual a sua autonomia média. A partir disso, você terá um parâmetro de referência para saber se as ações que você tomou estão de fato deixando os seus caminhões mais econômicos e se você está economizando combustível. Não importa se você fará o controle utilizando uma [planilha do excel](https://infleet.com.br/blog/como-criar-uma-planilha-de-gestao-de-frotas), cartão de abastecimento, um sistema de controle de custos de combustível ou de gestão de frotas. O importante é que você faça esse controle e tenha esses [indicadores](https://infleet.com.br/blog/principais-indicadores-gestao-frotas-transporte) em mãos para avaliação! **O segundo passo é:** controle o modo de condução do seu motorista. Depois de [treinar](https://infleet.com.br/blog/treinamento-de-motoristas-entenda-porque-importante) a sua equipe, passar para ela as técnicas de direção econômica, melhores práticas e dicas, é preciso que você assegure que tudo está sendo devidamente aplicado. Caso contrário, você irá ensinar os seus motoristas a [dirigir para economizar combustível](https://infleet.com.br/blog/como-deixar-o-caminhao-mais-economico-gestao-frotas), a deixar o caminhão mais econômico e algumas semanas depois eles terão retornado a todos os hábitos e vícios antigos. Para esse segundo passo o importante é você utilizar um sistema de [telemetria veicular](https://infleet.com.br/blog/como-telemetria-pode-ajudar-reduzir-custos-rastreamento-monitoramento) e que, idealmente, esteja associado a um [ranking dos motoristas](https://infleet.com.br/blog/como-construir-um-ranking-de-motoristas). O sistema de telemetria veicular irá captar dados de RPM, velocidade, aceleração, frenagem, curva, paradas com motor ligado e muitos outros dados e a partir disso elaborar relatórios de modo de condução do motorista, apontando as infrações cometidas e ranqueando os melhores motoristas para que você possa premiá-los e treinar novamente aqueles que apresentarem necessidade. Essa é uma excelente forma de colocar em prática a cultura da direção econômica na empresa, os dados da telemetria veicular estão te oferecer transparência e permitir uma avaliação do modo de condução do motorista baseada em fatos e dados. Assim, a sua avaliação de desempenho será justa, precisa e efetiva. **TECNOLOGIA DE RASTREAMENTO E TELEMETRIA INFLEET** O uso da telemetria veicular, como você pode ver no artigo, traz uma série de benefícios operacionais. A tecnologia da Infleet em gestão de frotas permite a você ter o total controle e transparência na gestão de frotas da sua empresa, tanto do ponto de vista operacional quanto de custos, contribuindo para uma tomada rápida de decisões. Quer saber como a tecnologia Infleet pode ajudar a sua empresa? Clique [aqui](https://infleet.com.br/trial).

Por que devo investir em um sistema de telemetria veicular?

Por que devo investir em um sistema de telemetria veicular?

23 de setembro de 2020

Quem assiste corridas de Fórmula 1 já deve ter percebido que as equipes acompanham todos os detalhes dos carros ao longo da corrida, detalhes da performance do carro e do modo de condução do motorista. Assim, as equipes sabem perfeitamente o momento ideal para a parada do veículo e tudo o que elas precisam fazer nessa parada para que ele retorne à pista nas melhores condições possíveis. Além disso, a gente consegue ouvir também a conversa da equipe com o motorista, dando dicas e consertando erros de direção para que ele consiga reduzir o tempo da volta. Isso só é possível devido a telemetria veicular! E se você está pensando que esse tipo de tecnologia só auxilia grandes empresas, grandes frotas ou que está disponível para grandes equipes e empresas que tem muito dinheiro para investir, você está enganado. Vamos mostrar nesse post, por que você, gestor de frotas, deve investir em telemetria veicular para a sua frota (independente de quantos veículos você possua). **O QUE É A TELEMETRIA VEICULAR** Para deixarmos tudo bem claro logo no início, primeiro iremos explicar o que é a telemetria veicular. De forma bem resumida, a telemetria vem do grego “tele” que quer dizer “remotamente” e “metria” que quer dizer “medição. Assim, a telemetria veicular é a medição à distância de dados do veículo. Ela é uma tecnologia que permite ao gestor saber remotamente diversas informações sobre o veículo e o modo de condução do motorista. Então, o sistema de telemetria veicular é uma solução que capta todos os dados da dinâmica veicular como RPM, velocidade, acelerações, frenagens, curvas bruscas, temperatura do motor e os transmite para a central de monitoramento, onde o gestor de frotas poderá ver tudo em forma de relatórios. **COMO FUNCIONA A TELEMETRIA VEICULAR** Mas então, como esses dados tão precisos e específicos como a temperatura do motor, são obtidos? Desde 2009 os dados da dinâmica veicular de todos os veículos leves e pesados trafegam na rede do veículo de acordo com um padrão específico. Essa rede por onde as informações trafegam é chamada de Rede CAN (Controller Area Network). A telemetria veicular digital funciona através de um dispositivo programado para fazer a leitura de todos os dados que trafegam rede CAN. Desta forma, fica tudo muito mais fácil e simples obter informações sobre o veículo ou caminhão. Você capta todos os dados de um único local de maneira precisa e segura, é necessário apenas instalar um equipamento para efetuar a leitura da rede. Com essa simplificação no modo de obtenção de dados, permitida pela Rede CAN, a telemetria veicular ficou muito mais acessível para todos os gestores de frota. Atualmente, mesmo que você possua uma frota pequena ou média, os custos relacionados a esse serviço ficaram muito mais acessíveis e com a redução de custos promovida você terá rápido retorno. As informações do equipamento são transmitidas para a central de monitoramento via rede de telefonia GSM/GPRS. Essas informações são então disponibilizadas para você, gestor de frotas, em forma de relatórios para o controle da sua frota. **BENEFÍCIOS DA TELEMETRIA VEICULAR** Mas então, quais são os benefícios da telemetria veicular que fazem com que tantas empresas queiram aplicar essa solução? Por que, você gestor de frotas deve investir em telemetria veicular para a sua empresa? A telemetria veicular fornece uma série de informações e dados para o gestor de frotas, sobre o veículo e o modo de condução do motorista. Essas informações podem ser traduzidas em relatórios e indicadores que, quando corretamente utilizados, irão permitir ao gestor implementar melhorias operacionais e reduzir custos com a sua frota. **Veja os 3 principais benefícios da aplicação da telemetria veicular:** **1. Redução do consumo de combustível** Geralmente, as empresas controlam combustível analisando o volume abastecido com a quilometragem percorrida para identificar a média do veículo e comparar com a média indicada pelo fabricante. Esse é um excelente ponto de partida para o controle do consumo de combustível da sua empresa. Porém, essa forma de controle apenas te permite identificar que está ocorrendo um problema, mas não te permite identificar o por que o veículo está consumindo mais do que deveria. Sem a telemetria veicular você dificilmente conseguirá entender esse por que. Como a telemetria te fornece dados sobre o consumo do veículo e o modo de condução do motorista, você poderá identificar hábitos de direção que aumentam o consumo de combustível, como RPM elevado, acelerações bruscas e excesso de velocidade, e verificar quais motoristas apresentam esses hábitos para então corrigi-los. **Por exemplo, um incremento na velocidade do caminhão de 80 km/h para 100 km/h aumenta em 12% o consumo de combustível.** Ou seja, você poderá avaliar e aprimorar o modo de condução dos motoristas, implementando um cultura de direção econômica que irá resultar em menor consumo de combustível. Além do modo de condução do motorista, a telemetria também oferece dados sobre a ociosidade do motor. **Um caminhão parado e ligado consome 2 litros de combustível por hora.** Você sabe quantas horas na semana o seu veículo está ocioso? A telemetria veicular te fornecerá esses dados para que você possa alertar o motorista sobre a necessidade de desligar o veículo no momento de uma parada e a partir disso acompanhar se ele está seguindo a regra estabelecida. **2. Redução dos custos de manutenção** Outro ponto benefício importante da telemetria está relacionados aos custos com manutenção. Primeiramente, o sistema de telemetria irá te fornecer dados precisos sobre o odômetro do veículo, em tempo real, permitindo com que você acompanhe rigorosamente a agenda de manutenções preventivas, evitando esquecimentos que podem resultar em falhas graves do veículo e caríssimas manutenções corretivas. O segundo ponto está relacionado ao controle do modo de condução do motorista. O modo de condução do motorista não está apenas relacionado ao custo com combustível, mas também com o custo de manutenção. Acelerações, frenagens e curvas bruscas, RPM e temperatura do motor elevada, excessos de velocidade, por exemplo, são algumas das coisas que aumentam o desgaste dos componentes mecânicos do veículo, pois submetem as peças de maneira excessiva à cargas elevadas. Isso, por sua vez, irá reduzir a vida útil das peças, aumentando a frequência de necessidade de manutenções ou até mesmo provocando uma falha mais grave. Ao controlar o modo de condução do motorista a partir dos dados de telemetria, você irá evitar esse tipo de comportamento, aumentando então á vida útil das peças e reduzindo os seus custos de manutenção. **3. Aumento da segurança operacional** Ao acompanhar como os seus condutores dirigem os seus veículos você poderá também implementar uma cultura de direção segura e defensiva, ajudando a reduzir a incidência de multas e acidentes. Segundo um estudo conduzido pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação (atual Ministério da Infraestrutura), por exemplo, mais de 50% dos acidentes são causados por imprudência dos motoristas. Além disso, 90% dos acidentes de trânsito são motivados por falhas humanas, conforme análise do <a href="https://www.onsv.org.br/90-dos-acidentes-sao-causados-por-falhas-humanas-alerta-observatorio/" target="_blank">Observatório Nacional de Segurança Viária</a> Com os dados de telemetria é possível ter um controle preciso do modo de condução do seu motorista, criando relatórios de infrações e ranking dos melhores motoristas. Assim, você saberá como está o RPM do veículo, se o motorista acelerou, frenou ou fez curva brusca, se o motorista dirigiu acima da velocidade e até mesmo quantas horas ele dirigiu durante um determinado dia afim de evitar e controlar a fadiga. O sistema também permite a criação de alertas para que o gestor seja avisado imediatamente do comportamento do motorista e possa até entrar em contato para prevenir uma nova infração. **EXTRA – OUTROS BENEFÍCIOS** Os três benefícios citados acima são os principais. Porém, a telemetria é uma tecnologia muito completa, que pode trazer uma série de outros benefícios extras. Vamos listar aqui alguns desses benefícios: * **Melhor avaliação de desempenho dos motoristas** – com os dados de condução do motorista você poderá criar um ranking dos melhores motoristas, avaliar a quantidade de infrações cometidas por cada um deles e a partir disso realizar uma análise de desempenho mais objetiva e clara, melhorando a comunicação e a satisfação da sua equipe. * **Aumento da vida útil do veículo** – com a melhoria do modo de condução dos seus motoristas você irá aumentar a vida útil do seu veículo, reduzindo o seu custo com depreciação. **TECNOLOGIA DE RASTREAMENTO E TELEMETRIA INFLEET** O uso da telemetria veicular, como você pode ver no artigo, traz uma série de benefícios operacionais. A tecnologia da Infleet em gestão de frotas permite a você ter o total controle e transparência na gestão de frotas da sua empresa, tanto do ponto de vista operacional quanto de custos, contribuindo para uma tomada rápida de decisões. Quer saber como a tecnologia Infleet pode ajudar a sua empresa? Clique [aqui](https://infleet.com.br/trial).

Como evitar acidentes no trânsito com seus motoristas

Como evitar acidentes no trânsito com seus motoristas

22 de setembro de 2020

A tarefa de listar os motivos pelos quais os acidentes de trânsito devem ser evitados é uma tarefa difícil. Porém certamente o maior cuidado e a maior fonte de preocupação deve ser a segurança das vidas envolvidas no contexto do trânsito. Outras perdas como: danos a bens materiais, multas e desvalorização da imagem da empresa devem ser também observadas! A origem dos acidentes é variada, podemos citar três áreas principais: os condutores, as vias e o veículo. É importante que a empresa esteja preparada para evitar ou reduzir o impacto dos acidentes que podem ser oriundos de cada uma dessas 3 fontes. Os acidentes ligados ao condutor geralmente denotam um grau de irresponsabilidade por parte do colaborador. Excessos de velocidade, ultrapassagens perigosas, uso inapropriado do celular e falta de uso do cinto de segurança são exemplos de atitudes que precisam ser evitadas de forma a reduzir as chances de acidentes. Na criação das rotas é muito importante prestar atenção às condições de rodagem das vias. A presença de placas e sinalização horizontal são aspectos muito importantes para o uso de uma via, além disso a boa conservação dela, ajuda a evitar danos ao veículo ou eventos como pneus furados, que podem aumentar a possibilidade de acontecerem acidente. Os fatores relacionados ao veículo são talvez aqueles que melhor podem ser controlados pela empresa. A adoção de um plano de manutenções preventivas, aliado ao uso de um checklist diário são fatores fundamentais para garantir a segurança da operação. **Vamos dar algumas dicas práticas sobre como reduzir a presença dos acidentes de trânsito na sua organização:** 1. Adote conversas diárias ou semanais com todos os colaboradores. O foco aqui é manter o assunto “segurança” como um tópico presente no dia a dia dos condutores. O uso de exemplos práticos é muito importante. Estabeleça um tempo máximo para a conversa, 15 minutos é uma duração excelente para uma reunião diária. E, se for possível, tente fazê-la com os colaboradores em pé. 2. Adote um plano de manutenção e use um checklist. Caso pareça muito difícil, comece com uma parcela da frota apenas, mas garanta que aos poucos essa prática será uma realidade de toda a sua operação. 3. Controle os indicadores de desempenho dos seus condutores. Aqui nesse ponto o uso da telemetria é fundamental, saber quais condutores estão apresentando comportamentos incompatíveis com as práticas defendidas pela empresa é fundamental! 4. Conscientize seus motoristas sobre a importância de usar os smartphones de forma condizente com a prática da direção segura. É verdade que os aplicativos de mapas são muitas vezes fundamentais, mas não se deve usar essa brecha para normalizar o uso indiscriminado da tecnologia. 5. O acompanhamento das condições climáticas é fundamental, dirigir sob condições de forte chuvas ou neblina é um risco que se for possível fugir dele então deve-se evita-lo. 6. Faça um planejamento prévio das rotas, observando as melhores vias e horários para realizar os seus serviços. Claro que existem outras dúzias de boas práticas a serem observadas. No entanto, acreditamos que começando por essas aqui já é possível obter uma melhora consistente na exposição aos riscos inerentes aos serviços de transporte. Nós entendemos que a imagem das empresas é construída através do tempo e de diversos esforços de posicionamento e marketing. A tomada de atitudes ativas para a mitigação de acidentes deve ser vista também como uma ação de posicionamento estratégico da empresa, pois, através desse tipo de ação ela reafirma o seu compromisso com a sociedade. A Infleet está comprometida com o desenvolvimento de soluções e de conteúdos que ajudam os seus parceiros a operarem de forma menos custosa e mais segura. Nos deixe saber se existe algum tema que deseja que seja explorado aqui! **** **TECNOLOGIA DE RASTREAMENTO E TELEMETRIA INFLEET** O uso da telemetria veicular traz uma série de benefícios operacionais. A tecnologia da Infleet em gestão de frotas permite a você ter o total controle e transparência na gestão de frotas da sua empresa, tanto do ponto de vista operacional quanto de custos, contribuindo para uma tomada rápida de decisões. Quer saber como a tecnologia Infleet pode ajudar a sua empresa? Clique [aqui](https://infleet.com.br/trial).

Copyright © Infleet | Tecnologia para frotas 2020. All Rights Reserved.

Interakt Soluções de Engenharia LTDA