Simplificamos e centralizamos as informações da sua gestão de frotas

Você ainda abre vários sistemas para ter informações da sua frota? Organizamos todos os seus dados de rotas, abastecimento, manutenção e telemetria em uma torre de controle personalizada

infleet

Clientes que inovam na gestão de frotas com a Infleet

Você não precisa acessar diversos sistemas para ter uma visão completa da frota.

Todos os sistemas podem se conectar à Infleet gerando indicadores personalizados de acordo com sua operação. Dessa forma, fique à vontade para selecionar o melhor fornecedor de cada vertente logística

Saiba como

Conectamos seus sistemas de gestão de frotas para gerar insights e decisões assertivas.

Insights com base em dados.


Visualize oportunidades de melhoria operacional, gargalos e custos ocultos conectando todas as fontes de dados da sua frota promovendo insights que te permitirão reduzir custos e aumentar a segurança operacional

Quilometragem por veículo
Acompanhamento da ignição do veículo
Identificação de excessos de velocidade na via
Acompanhamento de rotas e motoristas

Confira as novidades

O passo a passo para fazer um controle de jornada do motorista

O passo a passo para fazer um controle de jornada do motorista

Fazer um bom controle de jornada do motorista é indispensável para garantir que as regulamentações legais da gestão de frotas estão sendo cumpridas. É através desse acompanhamento que o responsável terá a real noção sobre como pode reduzir ou evitar custos com hora extra e processos trabalhistas. Entretanto, muito embora uma discussão aberta a respeito do tema ainda seja comum, esse é um assunto extremamente importante e necessário de ser debatido. A lei que rege os motoristas - [a Lei do Motorista](https://infleet.com.br/blog/lei-motorista-jornada-gestao-de-frotas), de nº Nº 13.103 - foi criada a pouco tempo e é ela quem torna obrigatório o registro e o controle da jornada de trabalho cumprida pelo colaborador. É a partir desse dispositivo legal, que o cumprimento da jornada pode ser efetivada sem prejuízos para empresa e sem excessos para o condutor. Nesse artigo, vamos explicar o que é preciso fazer para controlar a jornada do motorista. Acompanhe a seguir o nosso passo a passo. ## **Faça o planejamento da rota** Planejar é o ponto de partida para dar clareza ao processo. É através do [planejamento](https://infleet.com.br/blog/como-criar-plano-de-manutencao-ideal-frota-gestao) que o gestor pode traçar o melhor caminho para otimizar as entregas, evitando que o motorista ultrapasse a sua jornada, levando-o à exaustão. Ou seja, entendendo melhor sobre as rotas, é possível verificar, por exemplo, quais as paradas para descanso e refeição existem ao longo do trajeto a ser percorrido e se estão em condições adequadas. É a melhor maneira de acompanhar as pausas para o descanso e manter a segurança do profissional. ## **Analise a eficiência operacional** Outro passo para ter o controle da jornada do motorista é analisar a eficiência operacional. Essa observação é imprescindível para o gestor de frotas, assim ele não é surpreendido de forma negativa e venha a ter dificuldades ao longo do processo. Dessa maneira o gestor consegue detectar comportamentos inoportunos e pode corrigi-los para melhorar a produtividade. Uma boa forma de resolver esse ponto é automatizar o acompanhamento. ## **Crie um diário de bordo** Como já falamos aqui no blog, o [diário de bordo](https://infleet.com.br/blog/o-que-e-diario-de-bordo-do-motorista-e-como-controlar-a-jornada) é o local onde é realizado o registro da jornada do motorista, que pode ser um registro em papel, registro eletrônico com sistema de teclado, rastreamento ou tacógrafo. O diário de bordo pode ser utilizado como ferramenta auxiliar, associado a outros métodos ou ferramentas mais confiáveis. ## **Foque em ações preventivas e educativas** Não há nada mais genuíno em uma empresa que o comprometimento com o desenvolvimento técnico e intelectual dos motoristas. Para que os condutores estejam nivelados quanto ao conhecimento acerca dos seus direitos, deveres e funções designadas a sua função, treine-o a fim de evitar problemas jurídicos nas relações de trabalho e no trânsito. Desenvolver ações de motivação, educação e sensibilização da equipe, em relação ao processo do controle de jornada e desempenho de acordo com a [Lei do Motorista](https://infleet.com.br/blog/lei-motorista-jornada-frotas), reforça o cuidado da empresa em promover qualidade de vida e bem estar aos seus colaboradores. Viu só como é importante fazer um controle de jornada do motorista? Com todo esse passo a passo e a ajuda de um sistema integrado, toda equipe pode contribuir para que nada fuja do planejado na gestão da frota. Gostou das nossas dicas? Então assine a nossa newsletter para receber conteúdo novo diretamente na caixa de entrada do seu email!

5 motivos para usar a Telemetria na gestão de frotas

5 motivos para usar a Telemetria na gestão de frotas

<!--StartFragment--> Garantir o bom desempenho dos motoristas e veículos é uma tarefa que exige muita responsabilidade por parte das empresas que trabalham com gestão de frota. Evitar o aumento dos custos variáveis e manter todas as obrigações em dia só é possível se houver um monitoramento eficiente. Mas como fazer isso, se as planilhas de excel não dão todo o suporte necessário, e se tentar manusear diversos programas isoladamente é praticamente impossível? Para solucionar esses problemas, é indispensável que você faça uso da tecnologia de comunicação remota, mais conhecida como telemetria. ## **O que é a telemetria?** A telemetria é a medição de dados de maneira remota. *Tele* significa remotamente e *metria* significa medição. Ela é, portanto, a realização de uma medição à distância ou remota, mas que não se restringe apenas às aplicações automotivas, como já falamos nesse post sobre [o que é telemetria veicular](https://infleet.com.br/blog/o-que-e-telemetria-veicular-e-como-funciona). Por ser mais complexa, é uma solução mais direcionada às empresas que atuam com gestão de frotas focada na sustentabilidade da operação, na segurança dos seus condutores e na produtividade da frota. E para esclarecer melhor os benefícios dessa tecnologia, selecionamos os 5 principais motivos para você entender, de uma vez por todas, a importância do uso da telemetria para uma gestão de frota mais eficiente. Continue a leitura e confira! 1. ### Precisão na análise de gastos com combustível e manutenção A análise dos gastos é imprescindível para o gestor de frota ter uma visão completa dos custos e tomar decisões mais assertivas, principalmente com combustível e manutenção. Contudo, você sabe de que maneira ele pode fazer essa análise de maneira mais efetiva, visualizando, detalhadamente, sobre a média de quilometragem por litro, por custo de manutenção e custo médio de combustível por veículo ou condutor? Normalmente, os gestores utilizam planilhas eletrônicas, como o Excel, ou outros métodos que não concentram as principais informações, por exemplo, com gastos de manutenção e combustível. Embora eficiente, as planilhas podem, em algum momento, atrapalhar mais do que ajudar porque tiram a agilidade e a eficiência que o gestor de frota necessita para potencializar sua rotina. Uma solução moderna e que impulsiona a empresa a manter-se na linha de frente é a telemetria. Sua análise em painel único é determinante para o gestor analisar os fatores que colaboram ou dificultam para diminuir os custos operacionais com a frota. 2. ### Identificar padrões de condução dos motoristas Gastos excessivos com troca de pneus, falta de uso de itens de segurança, distração do condutor...Esses são hábitos que, a grosso modo, não são percebidos como nocivos, porém impactam fortemente nos custos operacionais da frota. Saiba que é possível promover melhorias na gestão da frota apenas revendo a maneira como você identifica o padrão de condução dos motoristas. Aqueles que conseguem acompanhar em tempo real o comportamento de quem está dirigindo, estão atrelados a um bom [controle do modo de condução dos motoristas](https://infleet.com.br/blog/como-comunicar-aos-motoristas-sobre-o-controle-do-modo-de-conducao), permitindo que eles sejam treinados e capacitados, resultando em hábitos saudáveis de direção. Assim, é importante que o motorista escute atentamente todas as orientações, optando sempre pela mudança positiva do seu modo de conduzir, além de adotar alguns desses hábitos que podem e devem ser sinalizados pelo gestor: * não dirigir além do horário permitido; * evitar vícios de condução para evitar desgastes do veículo; * não se expor a viagens noturnas em excesso. 3. ### Auxilia na redução do excesso de velocidade Outro motivo para usar a telemetria na gestão de frotas é a possibilidade de ver de perto o desempenho dos motoristas em relação a conduzir acima dos limites de velocidade. Dessa maneira, será possível controlá-los estabelecendo critérios, minimizando os riscos com acidentes de trânsito, além do [excesso de multas](https://infleet.com.br/blog/quais-as-multas-mais-cometidas-pelos-motoristas). Assim, os próprios condutores poderão passar por um processo de reciclagem, aprendendo a manusear melhor o veículo que está sob sua responsabilidade, reduzindo a velocidade e agindo com mais [prudência no trânsito](https://infleet.com.br/blog/o-que-fazer-para-reduzir-acidentes-com-a-sua-frota), garantindo a sua segurança e de toda frota. 4. ### Acesso aos dados a qualquer hora e em qualquer lugar Um dos grandes benefícios do uso da telemetria para gestão de frotas é a comodidade. Com o [sistema integrado Infleet](https://infleet.com.br/) você pode consultar os seus dados quando e onde quiser, seja por meio do smartphone, do tablet ou do computador. Com as planilhas, você fica muito limitado, pois se for necessário realizar uma rápida tomada de decisão, você não terá acesso aos seus dados se não estiver com o seu computador em mãos para visualizar os diversos dados espalhados. Já na telemetria da Infleet você pode ver tudo o que precisa em apenas um painel, com as principais informações da gestão da frota. Independentemente de onde esteja, você poderá acessar os seus dados sempre que precisar e com toda agilidade possível. 5. ### Monitoramento através de relatórios precisos Como destacado no início do texto, a telemetria é uma tecnologia mais complexa, mas para que você tenha uma visão mais ampla da sua frota, ter em mãos um relatório preciso para auxiliar no monitoramento é fundamental. Com a telemetria, você poderá ter acesso a relatórios interativos e dinâmicos que vão apresentar dados precisos, orientando assim sua análise de performance. Também terá maior entendimento sobre o modo de condução dos motoristas e se existe a possibilidade de encontrar uma melhor solução para um possível problema. São relatórios amplos e em tempo real, apontando os principais indicadores para que o gestor ou responsável possa comparar, por exemplo, os gastos mais ou menos essenciais para a frota. Com essa precisão nas informações, fica mais fácil identificar e eliminar os gargalos que estão prejudicando o desempenho da frota e o orçamento da sua empresa. Esse tipo de tecnologia ajuda o analista ou gerente a realizar uma análise mais aprofundada de sua frota e dos profissionais, otimizando a sua rotina e melhorando o desempenho da equipe. Está convencido de que abandonar as planilhas é a melhor estratégia? Então entre em contato com um de nossos especialistas e conheça a Infleet, o sistema integrado de gestão de frotas que centraliza todos os dados de abastecimento, manutenção e telemetria de uma rota, em uma torre de controle personalizada. <!--EndFragment-->

Como comunicar aos motoristas sobre o controle do modo de condução

Como comunicar aos motoristas sobre o controle do modo de condução

Sistemas de rastreamento, monitoramento ou telemetria muitas vezes podem ser vistos como “dedo duro”, forma do gestor de estar vigiando ou monitorando o motorista e até mesmo invadindo o espaço dele. Esses sentimentos podem levar a uma certa tensão entre motoristas e gestores no momento em que a empresa decide pela implementação de um sistema de telemetria e controle do modo de condução do motorista. Os motoristas querem ter a confiança dos seus gestores e também a sua privacidade, enquanto os gestores querem garantir a segurança e eficiência da operação como um todo. Apesar das dúvidas e receios dos motoristas no momento de uma implantação de sistema como essa eles próprios são muito beneficiados. Para garantir que os motoristas estejam confortáveis com o processo e entendam perfeitamente o que está ocorrendo e porque é importante que o gestor tenha a abordagem adequada. Neste artigo vamos apresentar algumas dicas de como o gestor de frotas pode abordar o seu time de motoristas para comunicar a implementação de uma ferramenta de telemetria que irá controlar o modo de condução deles. 1. **Seja franco** A pior coisa que existe para um gestor é perder a confiança do seu time. Por isso é fundamental que o gestor seja honesto e transparente com os motoristas. Qualquer falha de comunicação que faça o motorista entender o projeto de um jeito e ver na prática outra coisa sendo aplicada pode levar a quebra de confiança e perda de moral. Ser honesto além de tudo mostra como você valorize e respeita o seu time, mostra que você confia neles. É muito comum ver gestores que não querem que o motorista saiba que o veículo está equipado com o sistema de telemetria para “pegar ele no flagra”. Isso pode fazer com que você descubra péssimos comportamentos e até mesmo demita alguns motoristas que cometeram irregularidades, por outro lado, pode levar aqueles que ficaram na empresa e ficarem paranoicos, preocupados, receosos o tempo inteiro com você e até mesmo resistentes ao seu modo de gestão. 2. **Expliquei o porque** Os seus motoristas não irão seguir ordens de bom grado apenas porque você mandar. Claro, eles irão te obedecer, mas responderão muito melhor a situação se entenderem o por que aquilo precisa ser feito e o impacto que aquilo terá na empresa. Primeiro, você deve mostrar ao motorista os benefícios que a telemetria e controle do modo de condução trará para ele em termos de segurança, ganhos de produtividade e eficiência. Segundo, você deve mostrar ao motorista o impacto que isso tem no resultado da empresa como um todo, fazendo com que ele se sinta importante e fazendo com que ele perceba que o trabalho dele é fundamental para que a empresa atinja os seus objetivos. Assim, eles irão se sentir parte concreta do resultado da empresa e irão querer contribuir mais com isso. 3. **Mostre como funciona e os benefícios** Os motoristas ficarão muito mais tranquilos se eles entenderem como a tecnologia por trás do sistema funciona. Eles vão saber exatamente o que o sistema faz, quais parâmetros ele analisa, como ele avalia o seu modo de condução. Eles precisam entender bem e não ter dúvidas sobre o que o sistema de telemetria faz para que sejam receptivos a ele. O uso do sistema traz uma série de benefícios como: \- Maior segurança durante a jornada de trabalho; \- Menor frequência de quebra e dano ao veículo; \- Ganho de produtividade; \- Maior treinamento; \- Maior objetividade na avaliação de performance e transparência na comunicação. 4. **Implemente benefícios** Um dos maiores receios dos motoristas quando os gestores vão implementar um sistema de telemetria veicular para controle do modo de condução do motorista é que eles pensam que isso será feito para penalizá-los. Os motoristas ficam com a sensação de que o gestor está buscando por falhas para criticá-los e penalizá-los. O gestor precisa mostrar que esse não é o objetivo do sistema de telemetria veicular. Ele deve apresentar o sistema como uma ferramenta educacional, focada em mostrar ao motorista como ele pode ser um profissional melhor se eliminar alguns hábitos de direção que reduzem a eficiência do veículo e aumentam os riscos de acidentes. Uma forma de fazer isso é criando programas de premiação para os motoristas com melhor performance. Isso cria uma competição saudável dentro do time, pois todos os motoristas vão querer estar no topo do ranking para ganhar os prêmios oferecidos.