Simplificamos e centralizamos as informações da sua gestão de frotas

Você ainda abre vários sistemas para ter informações da sua frota? Organizamos todos os seus dados de rotas, abastecimento, manutenção e telemetria em uma torre de controle personalizada

infleet

Clientes que inovam na gestão de frotas com a Infleet

Você não precisa acessar diversos sistemas para ter uma visão completa da frota.

Todos os sistemas podem se conectar à Infleet gerando indicadores personalizados de acordo com sua operação. Dessa forma, fique à vontade para selecionar o melhor fornecedor de cada vertente logística

Saiba como

Conectamos seus sistemas de gestão de frotas para gerar insights e decisões assertivas.

Insights com base em dados.


Visualize oportunidades de melhoria operacional, gargalos e custos ocultos conectando todas as fontes de dados da sua frota promovendo insights que te permitirão reduzir custos e aumentar a segurança operacional

Quilometragem por veículo
Acompanhamento da ignição do veículo
Identificação de excessos de velocidade na via
Acompanhamento de rotas e motoristas

Confira as novidades

Foco na execução: 5 dicas para uma gestão de frota voltada para o futuro

Foco na execução: 5 dicas para uma gestão de frota voltada para o futuro

Uma das questões mais importantes na gestão de frotas gira em torno da otimização sustentável e de longo prazo da sua própria frota. No entanto, em nosso mundo digital acelerado, onde novas inovações e softwares para serviços e produtos estão sendo rapidamente lançados no mercado, muitas vezes é difícil controlar tudo. Reunimos cinco dicas úteis que vão te preparar para uma gestão de frota voltada para o futuro. Continue a leitura e prepare-se para viver um novo momento! ## O futuro da gestão de frotas Como várias indústrias que dependem de sistemas de gestão de dados para funcionar, o mercado de gestão de frotas se beneficiou de várias tendências constantes e persistentes ao longo da última década que levaram a uma quantidade sem precedentes de inovação técnica. A conectividade móvel, o aprendizado de máquina e a economia compartilhada adicionaram um plus na rotina do gestor de frota em um ritmo nunca antes visto na história. Do ponto de vista do fornecedor, a inovação se tornou essencial para competir por clientes no mercado de frotas. Esta corrida pela inovação está avançando em um ritmo acelerado e os novos participantes desse mercado estão remodelando ainda mais as técnicas de gestão de frota. Para o gestor de frota, corporativo ou governamental, essas novas tecnologias podem ser caras, difíceis de justificar e opressivas. No entanto, ninguém na cadeia de valor da frota é mais importante do que ele para realmente impulsionar a produtividade que essas tendências permitem. ## 1. Coloque sua gestão de dados em destaque A demanda por uma eficiente gestão de dados nunca foi tão alta. As inúmeras quantidades de registros de dados, que são necessárias para gerenciar uma frota, estão se multiplicando constantemente. Assim, os processos manuais e o Excel não são mais suficientes para uma gestão de frota voltada para o futuro. Por meio da gestão de dados centralizada, é possível gerenciar os conjuntos de dados com eficiência no futuro. Com uma solução baseada em nuvem, não apenas temos todos os dados em um local central, mas também evitamos erros que acontecem devido à entrada manual de dados. Seus dados, organizados em várias planilhas do Excel, sobre veículos e motoristas, seguro e danos existentes, ou até mesmo verificações de carteira de motorista, podem ser vinculados para uma gestão eficiente da frota. Isso dá uma visão geral detalhada da atividade da frota, sobretudo dos custos totais da frota (Custo Total de Propriedade). Também é possível identificar economias de custo ou até mesmo riscos de conformidade em um estágio inicial e abordá-los de forma proativa. ## 2. Comunicação digital para mais flexibilidade na gestão de frota A comunicação na frota com os motoristas e também com outras partes interessadas, como fornecedores, consome muito tempo, mas é inevitável para impulsionar os processos e se manter atualizados. Especialmente durante o período pandêmico, o comportamento da comunicação entre a gestão da frota, motoristas e demais interessados mudou significativamente e as ferramentas de comunicação digital tornaram-se ainda mais o foco. Portanto, para uma gestão de frota voltada para o futuro, considere o uso de uma solução que torne a comunicação o mais simples, rápida e flexível possível. ## 3. Confie na automação do processo Embora muitos processos da frota já tenham sido adaptados à nova situação devido à pandemia, muitos gestores de frota ainda estão trabalhando com processos manuais, ou seja, muitos analistas e gestores ainda gerenciam suas frotas com planilhas do Excel e papel. E essa apresenta aos gestores de frota vários desafios para uma gestão preparada para o futuro: por um lado, os processos manuais estão muito sujeitos a erros; por outro lado, esses processos também consomem muito tempo e não fornecem uma boa visão geral do que realmente está acontecendo na frota. Ao automatizar seus [processos operacionais](https://infleet.com.br/blog/importancia-da-transformacao-digital-na-logistica-e-gestao-de-frotas) diários, você ganha um tempo valioso porque recebe notificações de prazos e datas importantes e pode tomar decisões importantes por meio de relatórios gerados automaticamente, como redução de custos em áreas específicas da frota. É a oportunidade de agir de forma orientada para o futuro e otimizar sua frota com um sistema de gestão de frota alinhado com esse propósito. ## 4. Relatórios de mobilidade e CO² para tomada de decisão sustentável Para muitos, a gestão de frotas orientada para o futuro inclui naturalmente os tópicos de emissões de CO² e mobilidade [sustentável](https://infleet.com.br/blog/5-dicas-para-implementar-uma-gestao-de-frotas-sustentavel), que já estão frequentemente refletidos nas estratégias corporativas. No entanto, para uma implementação eficaz destes temas na própria frota, são necessários relatórios e análises detalhadas para tomar decisões baseadas em dados e aproveitar os momentos de mudança. Isso se aplica, por exemplo, ao considerar a integração de veículos alternativos à frota. Aqui, todos os custos devem ser divulgados de forma transparente e as decisões corretas devem ser tomadas com base nestas melhorias. ## 5. Mix de mobilidade para uma gestão de frota voltada para o futuro Embora o carro clássico da empresa ainda seja o mais importante em muitas frotas, a [tendência](https://infleet.com.br/blog/gestao-frotas-sistema-monitoramento-indicadores) para o futuro é em direção a um mix de mobilidade, consistindo em diferentes ofertas para seus funcionários. Isso também pode ter um impacto positivo na estratégia de sustentabilidade da sua frota. Além dos carros convencionais da empresa, você também tem a opção de integrar o compartilhamento de veículos ou assinaturas de carros para sua frota. Mudanças na tecnologia significam que as frotas precisarão ficar a par dos mais recentes desenvolvimentos tecnológicos em andamento na indústria, mas também garantir que seus parceiros de frota estejam atualizados. O profissional da frota precisa se qualificar para avaliar esses dados, o que se tornará um requisito cada vez mais comum para os gestores de frota à medida que o papel da posição se torna mais de revisar e avaliar de forma eficaz. Agora que você já sabe como ter uma gestão de frota voltada para o futuro, entenda [porque investir em tecnologia na gestão de frotas](https://infleet.com.br/blog/por-que-investir-em-tecnologia-na-gestao-de-frotas) é imprescindível. Vem ver só!

Como fazer a manutenção não programada da frota?

Como fazer a manutenção não programada da frota?

A manutenção não programada é parte integrante da indústria de frotas. Embora ela seja inevitável, você pode reduzir muito o risco por meio de agendamento e adesão à manutenção preventiva, além de relatórios diários de inspeção de veículos. No entanto, quando a manutenção de rotina não está sendo realizada como e quando necessário, as chances de uma manutenção não programada aumentam. Há mais coisas envolvidas na programação de uma manutenção preventiva do que apenas os intervalos de [manutenção](https://infleet.com.br/blog/devo-gestao-manutencao-minha-frota-carro-caminhao) sugeridos pelo fabricante. Dito isso, é hora de começar a entender mais sobre esse detalhe importante. Continue a leitura e confira sobre como fazer uma manutenção não programada. Siga conosco! ## O que diz respeito a manutenção não programada da frota? Idade e quilometragem do veículo, rota, carga útil e localização geográfica, todos desempenham um papel importante no desgaste do veículo e nos intervalos de substituição de peças. Os relatórios diários de inspeção de veículos também são parte integrante da programação de manutenção preventiva e podem mostrar problemas recorrentes que podem se tornar problemas maiores. ### Mantenha o histórico em dias Manter históricos de serviços de veículos completos é outro fator na criação de uma programação de uma manutenção preventiva estratégica, pois os históricos de serviços ajudam a evitar a repetição de reparos e permitem a manutenção preventiva. Ter o histórico de serviço completo para seus veículos não apenas ajuda a dar uma imagem mais clara de como deve ser a programação da manutenção preventiva de cada veículo, mas também mostra que a manutenção não programada pode surgir quando os horários não são cumpridos. ### Controle os dados com praticidade Para os gestores de frota que ainda usam o antigo sistema de caneta, papel e arquivo, manter o controle de todos esses [dados](https://infleet.com.br/blog/gestao-de-frotas-baseada-em-dados/) pode não ser viável. É aí que entra o software de gestão de frota. Um software de gestão de frota robusto pode centralizar os dados para que os gestores de frota possam usá-los para criar programações de manutenção preventiva que melhor atendam às necessidades de sua frota. E com recursos móveis, os motoristas podem enviar relatórios digitais diários de inspeção de veículos, personalizados, em tempo real, com comentários, fotos e documentos de apoio. ## Tipos de manutenção não programada Basicamente, são dois níveis de manutenção não programada: a corretiva e a reativa. Saiba quando realizar cada uma delas. ## Manutenção corretiva A manutenção corretiva é a manutenção preventiva feita para corrigir uma falha que causa problemas, mas que não precisa ser executada para que um ativo continue a ser usado (ou seja, mau funcionamento do ar-condicionado, vazamento de fluido refrigerante de baixo fluxo, etc.). Identificar e dimensionar problemas de manutenção corretiva pode te ajudar a planejar melhor antes que eles surjam. Decida quais problemas de manutenção corretiva devem ser atribuídos como problemas de alta, média ou baixa prioridade e tenha uma estratégia em vigor para minimizar o tempo de inatividade e reduzir a probabilidade de ter que realocar as horas de trabalho. ### Considerações ao fazer um plano de manutenção não programada corretiva: ### Faça uma hierarquia de prioridade Como mencionado antes, faça uma hierarquia de problemas de manutenção corretiva de baixo para alto. #### Crie uma estratégia para cada status de prioridade Tenha um plano em vigor para cada nível de prioridade para melhor delegar cronogramas de manutenção e ordens de serviço e assim minimizar o tempo de inatividade. **Dica profissional:** Os dados do histórico de serviço podem ser uma ótima ferramenta para utilizar em instâncias de manutenção não preventiva e tempo de reparo resultante. ### Divulgue a necessidade de comunicação Certifique-se de que os motoristas sejam capazes de se comunicar em tempo real quando surgir um problema de manutenção não preventiva, para que os pedidos de serviço possam ser inseridos em tempo hábil. **Dica profissional:** o software de gestão de frota, que oferece um aplicativo, permite que os motoristas façam relatórios rapidamente e resolvam os problemas enquanto estiverem trabalhando externo. ## Manutenção Reativa A manutenção reativa é a manutenção não preventiva que deixa um veículo completamente fora de serviço para reparo. Quando se trata de manutenção reativa, existem apenas duas opções: conserte ou não. Se você não estiver reduzindo imediatamente sua frota e a análise de custos não descobrir que o reparo supera a substituição, então você é forçado a consertar o veículo. ### Considerações ao fazer um plano de manutenção não preventiva reativo: ### Seja criativo Um veículo sobressalente é o melhor “Plano B”, mas nem sempre é uma opção. Usando o software de gestão de frota com [integrações](https://infleet.com.br/blog/integracao-monitoramento-cartao-de-abastecimento) telemáticas, você pode obter dados de rota, trabalho e atribuição de todos os veículos da frota para ser criativo com as soluções **Por exemplo:** Um caminhão de entrega na Rota A quebra. O motorista usa seu aplicativo para criar e relatar o problema. O gerente de frota já tem um plano baseado nos dados da rota e sabe que se a Rota B e a Rota C dividirem a Rota A em determinados endereços, cada motorista terminará com apenas cerca de 10 minutos de hora extra. O gestor de frota despacha os motoristas das Rotas B e C para o local do motorista da Rota A para coletar a mercadoria e enviar uma ordem de serviço. ### Atribua a um técnico Se seus reparos forem feitos internamente, vale a pena dar uma olhada em atribuir um técnico especificamente para lidar com uma manutenção não preventiva reativa. Reservar de cinco a dez horas de plantão, por semana, para um técnico fora do horário de trabalho quando surgir um problema de manutenção não preventiva reativa, pode ser um bom começo. ### Mais uma vez, a comunicação é fundamental! É fundamental que os motoristas sejam capazes de comunicar problemas relativos à manutenção não preventiva o mais rápido possível. Faça com que seus motoristas usem seus aplicativos móveis para relatar qualquer problema em tempo real, em qualquer lugar que eles tenham serviço ### Fique informado do início ao fim Quando surgem problemas de manutenção não preventiva, a comunicação em tempo real e um plano de ação são vitais para minimizar o tempo de inatividade, mas o ciclo não termina aí. Até que o veículo em questão esteja operável e pronto para rodar, você deve rastrear seu progresso e se manter informado durante todo o processo de serviço. Acompanhe os automóveis atendidos internamente ou por meio de um provedor de serviços terceirizado com um software de gestão de frota. Se mantenha informado em cada etapa do caminho e receba notificações de quaisquer problemas que possam surgir, incluindo estoque insuficiente ou danos secundários encontrados durante os reparos iniciais. Você não precisa ser refém da manutenção não programada. Em vez disso, reduza o risco com relatórios digitais diários de inspeção de veículos e uma intensa programação e aderência de manutenção preventiva. Por meio do planejamento estratégico você supera os problemas de manutenção fora do previsto, aproveitando os dados do software de gestão de frota. Gostou do artigo? Então agora que você já conhece sobre como fazer a manutenção não programada da frota, nos segue no [Instagram](http://www.instagram.com/infleetoficial), [Facebook](https://www.facebook.com/infleetoficial), [LinkedIn](https://www.linkedin.com/company/infleetoficial/) e confira muito mais novidades em primeira mão!

Como a transparência dos dados pode aumentar o valor da vida útil dos seus veículos?

Como a transparência dos dados pode aumentar o valor da vida útil dos seus veículos?

O cenário econômico atual apresenta desafios únicos para as indústrias em todo o mundo. Isso não é diferente para empresas com frotas, o que torna mais importante do que nunca garantir que seus veículos permaneçam saudáveis ​​e produtivos. Um caminhão ou ativo, no pátio ou na estrada, pode fazer a diferença entre um negócio que está tendo sucesso ou apenas sobrevivendo. Só que mantê-los bem conservados pode ser um processo complexo. Isso não requer ideias sobre a saúde de cada automóvel, mas também depende da disponibilidade de recursos, peças e pessoas no momento certo. É por isso que se você gerencia uma frota, é importante coletar dados dos carros e do motorista para simplificar a manutenção, minimizar o tempo de inatividade e melhorar a utilização desse veículo. Neste post nós vamos mostrar como sua frota pode usar dados em tempo real para ajudar a manter os cronogramas de manutenção preventiva atualizados, identificar e corrigir falhas pendentes antes que um carro ou ativo quebre e aproveitar o feedback do motorista para detectar e rastrear discrepâncias com eficiência. Confira! ## Aproveite as duas principais fontes de dados da sua frota: o veículo e o motorista Os veículos são um grande investimento. Os custos iniciais podem ser altos, mas a expectativa é que eles durem muito no futuro. E embora possa ser tentador adiar a manutenção de rotina ou ignorar uma pequena falha recorrente, especialmente quando estão com bom desempenho, falhas nas práticas adequadas de manutenção podem colocar em risco a vida útil de sua frota. Controlar quando as ações de manutenção preventiva são necessárias e as diferenças de cada veículo pode ser uma tarefa demorada e tediosa. Porém, a quantidade de dados disponíveis para os gestores de frota pode ajudar a enfrentar esses desafios, garantindo que eles permaneçam em serviço e na estrada. A prevenção do tempo de inatividade não planejado, pode ser realizada aproveitando os dados do automóvel e do motorista: ### 1. Dados do veículo A saúde do veículo começa com o entendimento do que está acontecendo sob o capô de cada um deles. Esses dados podem ser obtidos de duas maneiras: diretamente da porta de diagnóstico do automóvel ou por meio de integração na nuvem com um fabricante. Ambos fornecem uma leitura precisa de pontos de dados importantes, como quilometragem, horas do motor, códigos de falha, integridade da bateria e muito mais. ### 2. Dados do motorista Os motoristas desempenham um grande papel no desempenho da frota, tanto em termos de como operam o veículo quanto das informações que compartilham sobre os automóveis. Alguns comportamentos do motorista, como velocidade, marcha lenta e torque, podem ter um grande impacto na saúde do carro ou caminhão, tornando importante entender e analisar esses hábitos para ajudar a reduzir custos e minimizar o desgaste do caminhão, por exemplo. As inspeções de veículos, que também são realizadas por motoristas, são cruciais para centralizar as informações sobre o desempenho e os defeitos pendentes desses ativos. Mas obter esses dados é apenas o primeiro passo. Um sistema avançado que pode revelar insights de dados do automóvel e do motorista para ajudar a torná-lo valioso e prático para sua equipe pode melhorar sua manutenção e os resultados financeiros. Aqui estão três maneiras de como fazer isso com a Infleet: #### 1. Execute um programa de manutenção preventiva baseado em dados Cumprir os cronogramas de manutenção preventiva recomendados pelo fabricante é fundamental para manter seus automóveis na estrada. Mas com as necessidades de manutenção que dependem de intervalos de tempo variáveis, quilometragem e requisitos de hora do motor, manter o controle de quando um carro deve chegar à oficina pode ser um desafio. Ao conectar sua programação de manutenção preventiva diretamente aos dados do veículo, você pode garantir que será notificado quando um carro ou ativo estiver próximo do seu período de manutenção. Essa percepção, junto com o relatório de utilização, pode amenizar o uso excessivo de automóveis de alto desempenho, assim você pode alocar melhor os recursos e o uso deles para garantir a integridade de sua frota a longo prazo. #### 2. Aproveite os dados de diagnóstico para evitar avarias Entender o que está acontecendo sob o capô de cada um de seus veículos em tempo real pode ajudá-lo a identificar um problema antes que ele cause uma pane. E para algumas coisas, como uma luz crítica do motor de verificação ou um aviso de alta temperatura do óleo, um atraso de apenas alguns minutos pode causar danos irreversíveis aos seus automóveis, custando tempo de inatividade ou substituição imediata do carro ou caminhão. É possível acessar remotamente as informações críticas de diagnóstico, como Códigos de Problemas de Diagnóstico. Atualize-se sobre essas informações com alertas em tempo real que ajudam a diagnosticar falhas pendentes antes que resultem em manutenção não programada ou, pior, uma ligação para assistência. #### 3. Use o feedback do motorista para identificar problemas Ao usar um sistema, não apenas seus motoristas podem preencher com mais eficiência os Relatórios de Inspeção do Motorista ou inspeções gerais, mas a comunicação entre os motoristas e a equipe de manutenção torna-se mais automatizada, fornecendo uma imagem em tempo real da saúde do carro antes e pós-viagem. Quando uma discrepância é identificada em uma inspeção, você pode alertar imediatamente a sua equipe de manutenção ou criar automaticamente uma ordem de serviço em seu sistema de manutenção por meio de uma integração via API. Quando essas informações são cruzadas com um cronograma de manutenção preventiva e dados de diagnóstico, sua equipe de manutenção já estará atualizada na próxima vez que um caminhão entrar na oficina. ## Gerencie a manutenção de sua frota com Infleet A solução de manutenção da Infleet torna simples para sua frota reduzir o tempo de inatividade, melhorar a utilização e tornar a manutenção uma prioridade. Com ferramentas que o ajudam a analisar dados de seus automóveis e motoristas, você pode ter ideias ​​que ajudam a automatizar a saúde dos carros ou caminhões. Através da função plug-and-play e software intuitivo, a Infleet extrai dados do motor em tempo real para identificar rapidamente os problemas, monitorar o desempenho do caminhão ou qualquer outro ativo, agendar check-ups regulares e rastrear histórico de falhas do veículo para formatar os planos de aquisição e utilização. Aumentar o valor de vida útil dos seus automóveis através dos dados é um trabalho árduo que requer comprometimento. Porém nada pode pagar o resultado que esses insights trazem para gestão da frota. Para ajudá-lo nessa tarefa, é importante o acompanhamento através de um sistema integrado como a Infleet para guiá-lo e apontar os possíveis problemas que podem ser evitados. Quer saber mais? Entre em contato com os nossos consultores, [solicite o teste grátis](https://infleet.com.br/) e se surpreenda com as possibilidades para o futuro da sua frota. Vamos lá!