Como deixar o caminhão mais econômico

Confira como utilizar as técnicas de direção econômica para deixar o seu caminhão mais econômico, reduzindo custos com combustível e manutenção.
31/07/2020
5 min de leitura
Como deixar o caminhão mais econômico

Como deixar o caminhão mais econômico… esse é o sonho de todo gestor de frotas, não é mesmo? Conseguir melhorar a autonomia do caminhão para assim reduzir os custos com combustível.

Porém, como fazer isso é a grande questão!

E a resposta é simples, é possível deixar o caminhão mais econômico utilizando as técnicas de direção econômica! E digo mais, não é apenas mais econômico em termos de consumo de combustível mas também em termos de custo com manutenção!

Sabemos que os gastos da frota estão diretamente relacionados ao modo de condução dos motoristas. De acordo com a Petrobras, o modo de condução do seu motorista tem impacto direto nos custos com combustível, manutenção, depreciação, pneus e na indisponibilidade do veículo.

Então, neste artigo vamos explicar como você pode utilizar as técnicas de direção econômica para deixar o seu caminhão mais econômico, reduzindo custos com combustível e manutenção.

O QUE DIREÇÃO ECONÔMICA

De acordo com a Scania a condução econômica “é o ato de conduzir o veículo da maneira mais eficiente de acordo com o trajeto a ser executado”.

Em termos mais práticos, a com a direção econômica o motorista irá operar o veículo, acionando os mecanismos de controle (acelerador, freio, direção, marcha) em sintonia com as situações que ocorrem ao longo da viagem (subidas, descidas, retas e curvas), otimizando a eficiência veicular.

Assim, a condução econômica é o conjunto de práticas de condução do veículo, leve ou pesado, que permite utilizar a menor quantidade possível de energia, produzindo assim o menor desgaste mecânico e impacto ambiental.

Em outras palavras, é a forma de conduzir o veículo que tem como objetivo a redução do consumo de combustível pelo melhor uso dos recursos veiculares.

COMO SE DEVE DIRIGIR PARA ECONOMIZAR

O ponto central para que se possa dirigir de maneira econômica é observar o RPM indicado no conta-giro. Para todo veículo existe uma faixa ideal de rotação do motor, na qual o veículo irá consumir menos. Todos os motoristas devem trabalhar focados em manter o veículo o maior período possível dentro dessa faixa.

Aqui nos separamos 5 dicas do que deve ser feito para que o motorista possa colocar em prática a direção econômica:

1. Evite acelerar e frear suavemente

O motorista deve evitar acelerações bruscas do veículo, além de ser algo bastante perigoso, podendo provocar acidentes e danos a carga que está sendo transportada, uma aceleração muito brusca eleva excessivamente o RPM do veículo, o motor passa a injetar mais combustível para a queima aumentando o consumo.

A mesma lógica utilizada para acelerações também deve ser aplicada a frenagens. O motorista deve evitar frenagens bruscas.

Frear bruscamente é uma grande causa de acidentes de trânsito, pois muitas vezes o motorista atrás do seu veículo não consegue reagir para frear em tempo hábil. Além disso, pode provocar o tombamento de carga.

Além da segurança, frear de maneira suave reduz a pressão sobre o sistema de freios, reduzindo o seu desgaste e ampliando a sua vida útil!

2. Evite altas velocidades

Altas velocidades também fazem com que o motor aumente a sua rotação, aumentando o seu consumo. Além disso, em altas velocidades a força de resistência do ar é maior, exigindo maior potência para o veículo manter a sua velocidade constante.

Sistemas de rastreamento veicular ou monitoramento de frotas permitem com que você faça o acompanhamento em tempo real dos seus veículos e da velocidade. Além disso, esses sistemas permitem com que você receba alertas de excesso de velocidade caso o motorista ultrapasse o limite definido pela empresa.

3. Evite dirigir na banguela

Esse é um mito muito comum entre motoristas, sejam motoristas profissionais ou motoristas comuns, muitas pessoas acreditam que dirigir na banguela é uma forma de reduzir o consumo de combustível. Há o mito de que se o carro não estiver engrenado então ele não está consumindo combustível.

Lei do engano

Na realidade, um veículo que roda desengrenado, na banguela, consome mais combustível do que um veículo engrenado. Isso por que o motor precisa injetar mais combustível para manter a sua rotação em marcha lenta.

Outro ponto importante a se observar, além do consumo de combustível é que, como a lubrificação do motor é interrompida quando ele está desengrenado, então as peças irão apresentar um atrito e desgaste maior, reduzindo a sua vida útil.

4. Fique atento ao tipo de combustível escolhido

Se você tem veículos leves muita vezes se depara com a dúvida: álcool ou gasolina?

Geralmente, adota-se a proporção 80/20 entre álcool e gasolina para definir qual dos dois combustíveis é o mais adequado.

Ou seja, só é mais vantajoso abastecer com etanol até o momento em que o seu preço for 80% do preço da gasolina, acima disso o melhor é abastecer com a gasolina.

Claro que isso não é uma regra de ouro. É importante você entender como o seu veículo se comporta com os dois tipos de combustível, qual a autonomia média dele, e assim conseguir tomar uma decisão realmente baseada em dados.

CURIOSIDADE: QUAL MARCHA ECONOMIZA MAIS GASOLINA

Não existe uma resposta certa para essa questão, pois não existe um única marcha que economiza mais.

A marcha a ser escolhida pelo motorista irá depender da situação em que ele se encontra no momento. Qual a sua velocidade? Está em uma subida? Está em uma descida?

Antes de sair por aí falando que a melhor marcha para dirigir é a 3ª, 4ª ou 5ª, entenda a situação da estrada.

O mais importante para que você consiga deixar seu caminhão mais econômica, economizar combustível, é respeitar a troca de marchas e buscar manter a marcha mais elevada possível. Isso por que, em marchas menores a rotação do motor tende a ser maior, o que irá aumentar o consumo de combustível.

USE A TECNOLOGIA AO SEU FAVOR

A tecnologia é a grande aliada do gestor de frotas para analisar esse tipo de situação.

Como saber de fato se o seu caminhão está mais econômico se você não faz um controle dos custos de combustível e autonomia dos veículos?

Assim, o primeiro passo a ser dado é: controle os custos de combustível da sua frota. Saiba quanto você gasta por mês com cada veículo e qual a sua autonomia média.

A partir disso, você terá um parâmetro de referência para saber se as ações que você tomou estão de fato deixando os seus caminhões mais econômicos e se você está economizando combustível.

Não importa se você fará o controle utilizando uma planilha do excel, cartão de abastecimento, um sistema de controle de custos de combustível ou de gestão de frotas. O importante é que você faça esse controle e tenha esses indicadores em mãos para avaliação!

O segundo passo é: controle o modo de condução do seu motorista. Depois de treinar a sua equipe, passar para ela as técnicas de direção econômica, melhores práticas e dicas, é preciso que você assegure que tudo está sendo devidamente aplicado.

Caso contrário, você irá ensinar os seus motoristas a dirigir para economizar combustível, a deixar o caminhão mais econômico e algumas semanas depois eles terão retornado a todos os hábitos e vícios antigos.

Para esse segundo passo o importante é você utilizar um sistema de telemetria veicular e que, idealmente, esteja associado a um ranking dos motoristas.

O sistema de telemetria veicular irá captar dados de RPM, velocidade, aceleração, frenagem, curva, paradas com motor ligado e muitos outros dados e a partir disso elaborar relatórios de modo de condução do motorista, apontando as infrações cometidas e ranqueando os melhores motoristas para que você possa premiá-los e treinar novamente aqueles que apresentarem necessidade.

Essa é uma excelente forma de colocar em prática a cultura da direção econômica na empresa, os dados da telemetria veicular estão te oferecer transparência e permitir uma avaliação do modo de condução do motorista baseada em fatos e dados. Assim, a sua avaliação de desempenho será justa, precisa e efetiva.

Caso tenha interesse em reduzir custos e utilizar a tecnologia a seu favor, garanta o teste grátis no Infleet aqui!

A gestão de frotas pode ser muito mais simples!

Tenha tudo na palma da sua mão e em um só lugar com o Super App Infleet para ter uma gestão de frota mais simples, fácil e eficaz.

Homem no celular

Compartilhe:

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos no seu e-mail!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Materiais gratuitos

Tenha acesso aos nossos materiais gratuitos

Diversos materiais gratuitos e atualizados da Infleet com informações que podem ajudar na gestão da sua frota.

Materiais

Clientes e parceiros

O que os nossos clientes dizem

Clientes e parceiros que inovam na gestão de frotas com o Super App Infleet

São diversas empresas que se beneficiam com as funcionalidades que o Super App Infleet traz para a sua gestão de frota.

plugins premium WordPress

Preencha os seus dados

Faça um teste grátis do nosso sistema de gestão de frotas

Um de nossos consultores entrará em contato para te auxiliar com o teste grátis!

"*" indica campos obrigatórios

Aceito receber comunicações e as políticas de privacidade*
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Entraremos em contato em até 2 horas úteis. O contato é gratuito e sem compromisso.