Dicas para melhorar o modo de condução dos motoristas

Dicas para melhorar o modo de condução dos motoristas

Se você acompanha esse blog com frequência, já deve ter notado que damos muito valor a falar sobre o modo de condução dos motoristas, o motivo para isso está no enorme valor que repousa neste aspecto importantíssimo da gestão de frotas.

Algumas dicas que preparamos para vocês e que serão discutidas em detalhes abaixo são: crie um indicador de eventos por quilômetro, analise não só a quantidade de eventos como o período em que eles mais ocorrem, dê feedbacks direcionados.

Eventos x Quilômetros Rodados

O motivo por trás da relevância desse indicador se encontra na importância de entender a magnitude de um comportamento negativo, além de não tomar decisões com base em dados pouco representativos.

Quando analisamos a quantidade de eventos de direção irregular cometidos dentro de uma certa quantidade de quilômetros é possível comparar melhor o comportamento de dois motoristas, isso ajuda a diluir o efeito de situações atípicas (que devem ser analisadas, como veremos abaixo) e ajuda a entender melhor o perfil mais realista de direção de cada um dos seus motoristas.

Além disso, esse tipo de controle vai lhe ajudar ao longo do tempo a notar como as quedas nos índices de incidente terão um impacto ainda maior do ponto de vista financeiro, pois, um condutor com uma alta taxa de incidentes por quilômetro significa um risco iminente de acontecerem sinistros.

Análise por Períodos

Subdividir a análise do modo de condução dos motoristas em períodos é uma forma de entender melhor se existem elementos externos que podem impactar na condução, como por exemplo, se você observar que seus motoristas tendem a cometer mais eventos de direção perigosa no final do mês, pode ser um indicador que a pressão para o cumprimento de metas de entregas pode estar influenciando no comportamento dele enquanto dirige.

Um outro motivo para realizar esse tipo de análise é entender se esse tipo de variação ocorre de forma intensa ao longo do dia ou mesmo do ano. É fundamental que para isso você faça uso de uma ferramenta de telemetria que vai lhe dar essas informações que são chave para o entendimento da sua operação.

Feedbacks direcionados

Você certamente já teve a experiência de receber algum tipo de sugestão a respeito de uma atitude sua, mas na verdade essa sugestão foi bastante imprecisa no que diz respeito ao seu comportamento. Há muito preconceito em torno das devolutivas ou feedbacks, no entanto, o real problema de um retorno sobre as atitudes e comportamentos de um indivíduo está no fato desse retorno não condizer com a realidade.

O que queremos dizer com isso é: você vai ajudar muito o seu motorista se não apenas informa-lo de que há a necessidade de reduzir a quantidade de eventos de direção perigosa que ele comete, mas também indicando a ele quais são os eventos mais cometidos, ou ainda quando eles aparecem com uma frequência maior.

Esse tipo de conversa além de mostrar ao colaborador que a gestão está sendo feita com clareza, dá a ele a oportunidade de relembrar as suas falhas e a partir daí entender as melhores atitudes que ele pode tomar pra evitar esse tipo de comportamento.

Essas dicas foram úteis pra você? Você sabe como torná-las realidade na sua empresa? Primeiramente encontre uma solução de gestão de frotas que lhe forneça dados de telemetria e indicadores baseados nesses dados. A Infleet tem grande experiência no desenvolvimento desse tipo de solução, nosso time de especialistas está pronto para lhe ajudar a ter a melhor experiência de controle da sua frota. Faça aqui o teste grátis!

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas

Copyright © Infleet | Tecnologia para frotas 2020. All Rights Reserved.

Interakt Soluções de Engenharia LTDA