Por que os checklists diário dos veículos são importantes para as frotas?

Por que os checklists diário dos veículos são importantes para as frotas?

Checklists diários são listas de verificação com itens importantes a serem verificados ou adquiridos, atividades e tarefas a serem realizadas. Essa lista minimiza os riscos de realizar determinada aquisição ou tarefa sem verificar adequadamente todos os itens necessários para que o plano seja executado com precisão.

Entenda que dirigir pode ser uma atividade perigosa. Os acidentes de trânsito são responsáveis ​​por impressionantes 1,24 milhão de mortes por ano em todo o mundo. Além das más habilidades de condução e condições da estrada, falhas mecânicas, manutenção deficiente do veículo e falha/condição dos pneus são um fator importante.

Ou seja, o acompanhamento diário dos veículos faz a diferença e ainda salva vidas.

O que é um checklist diário de segurança veicular da frota?

Como dito no início desse post, um checklist diário veicular é uma lista de itens a serem verificados em um veículo da frota para garantir que ele esteja em boas condições de funcionamento e seja mantido adequadamente.

Os checklists de inspeção de veículos da frota minimizam o risco de acidentes e permitem uma melhor documentação de segurança e responsabilidade. Ele deve se tornar uma rotina para todos os funcionários realizarem antes e depois de seus turnos.

Responsabilidades de manutenção da frota

À medida que sua frota cresce, não será sustentável gerenciar todos os veículos por conta própria, pois provavelmente atuará como proprietário da empresa e gerente de frota. Conte com a ajuda de seus motoristas, pedindo-lhes que preencham os checklists de inspeção veicular para cada veículo que dirigem.

Isso manterá os motoristas seguros e ajudará você a ficar por dentro dos problemas de manutenção preventiva do veículo antes que pequenos problemas criem danos mais caros.

Peça aos motoristas que realizem verificações diárias do veículo no início e no final de cada turno. Essa forma de relatório também ajuda na conformidade e na coordenação dos cronogramas de manutenção da frota.

Como os checklists diários do veículo podem proteger seus motoristas

Um checklist diário de segurança dos veículos deve ser uma segunda natureza para os motoristas para mantê-los e seus veículos seguros na estrada.

Essa é a opinião de especialistas em segurança viária, que recomendam que os motoristas preencham o checklist de segurança antes de partir para garantir que os veículos estejam totalmente em condições de circular e prontos para pegar estrada.

Uma caminhada de apenas alguns minutos no veículo pode fazer toda a diferença, pois revelará defeitos que podem ser reparados rapidamente no local.

Se os veículos saíssem sem que problemas fossem identificados, isso poderia levar a avarias ou incidentes na estrada, atrasando viagens, clientes insatisfeitos e aumento dos custos de manutenção.

O que deve conter no checklist diário do veículo

Os checklists não precisam ser desafiadores. Os motoristas podem completá-los em alguns minutos sem afetar o dia ou o tempo de viagem.

Existem 12 áreas essenciais para verificar.

  • Luzes – verifique se as luzes e os indicadores funcionam corretamente. Sempre que possível, verifique as luzes de advertência do painel.
  • Buzina e direção – verifique se não há folga excessiva na direção e se a buzina funciona.
  • Travões – preste atenção ao curso excessivo do pedal do travão e ao funcionamento correcto do travão de estacionamento.
  • Lavadores e limpadores – verifique se os limpadores funcionam, se as palhetas do limpador não estão gastas, se o fluido do lavador está abastecido e se os lavadores apontam para o para-brisa.
  • Espelhos e vidros – todos os espelhos devem estar devidamente alinhados e seguros. Deve haver uma visão clara e sem obstruções à visão frontal e traseira.
  • Bancos e cintos de segurança – verifique se os cintos de segurança funcionam corretamente e se os bancos estão seguros.
  • Bateria – procure vazamentos e conexões soltas.
  • Carroçaria e portas – verifique se todas as portas estão bem fechadas, se não existem arestas afiadas ou danos e se os painéis da carroçaria estão seguros.
  • Cargas – certifique-se de que qualquer carga esteja adequadamente presa e que as travas das portas sejam eficazes.
  • Barras de reboque e plataformas elevatórias – certifique-se de que a barra de reboque está segura e que qualquer reboque está devidamente preso, com todas as ligações elétricas a funcionar corretamente. Para uma plataforma elevatória, procure danos e certifique-se de que está em boas condições de funcionamento.
  • Pneus e rodas – a profundidade mínima legal do piso é de 1,6 mm, mas deve ser mais para travagem segura, manuseio e desempenho em clima úmido. Encha os pneus com a pressão correta e procure por quaisquer cortes na parede lateral. Verifique se as porcas da roda estão seguras.
  • Fluidos, combustível e óleo – verifique os níveis de óleo do motor, líquido de arrefecimento do motor, fluido de freio, direção hidráulica e lavador de pára-brisas. Certifique-se de que a tampa do tanque de combustível esteja bem encaixada e procure por vazamentos sob o veículo, inclusive com o motor ligado.

Com a prática, essas verificações podem se tornar parte da rotina dos motoristas, o que ajudará a identificar defeitos antes que eles se tornem um problema mais sério.

Lista de verificação de inspeção veicular pós-turno

Siga procedimentos e verificações semelhantes no final de cada turno. Os funcionários devem verificar muitas das mesmas áreas que foram verificadas quando o turno começou.

Além disso, eles devem verificar e registrar o seguinte:

  1. Níveis de combustível: Se for a política da sua empresa, certifique-se de que todos os veículos tenham o tanque cheio de combustível antes de devolvê-los ao pátio no final do dia. Isso ajuda o turno da noite, ou o turno do dia seguinte, a pegar a estrada mais rápido.
  2. Quilometragem: Se for sua política de frota, registre o hodômetro no final do turno.
  3. Incidentes do turno: Se o seu motorista notou algo incomum durante o turno, como uma luz piscando, a transmissão do obturador ou se ele passou por cima de algo na estrada, peça que ele seja direto e inclua no relatório.

Garantir a conformidade com as verificações de inspeção do veículo

Depois que seus motoristas enviarem seus relatórios de inspeção diária, verifique qualquer informação incomum com dados telemáticos coletados pelo seu sistema de rastreamento de frota por GPS para ver se o dano foi um acidente, causado por terceiros ou causado por seu motorista.

Por exemplo, se o seu motorista relatar luzes dianteiras quebradas, você pode verificar os dados para ver se ele registrou algum hábito de direção anormal ou qualquer momento em que o veículo foi batido ou atingido.

Use esses detalhes para planejar reparos e determinar quais componentes podem precisar de manutenção regular ou manutenção crítica do veículo. Em alguns casos, você pode substituir peças quebradas ou faltantes antes do próximo turno ou tirar o veículo da estrada se o dano for mais grave.

Aplicação de uma política de segurança do motorista para sua frota

Além de ter um checklist de inspeção veicular para cada veículo, uma política adequada de segurança do motorista minimizará ainda mais o risco de danos ao veículo ou à segurança pessoal:

  1. Verificação de antecedentes do motorista: antes de contratar motoristas para sua frota, certifique-se de que eles tenham carteiras de motorista atualizadas e registros de direção limpos. Dependendo do tipo de veículos da frota que você possui, considere testar suas habilidades de condução.
  2. Crie um processo de resposta a acidentes: descreva uma série de etapas e procedimentos para seus motoristas seguirem em caso de acidente. Os motoristas precisam saber quais informações coletar do acidente e com quem entrar em contato em caso de incidente.
  3. Estabeleça um programa de manutenção do veículo: Reserve um orçamento para treinamento do motorista e um fundo de manutenção para lidar com manutenção e reparos contínuos. Receba lembretes quando precisar verificar coisas como limpadores de para-brisa, sistemas de exaustão e eficiência de qualquer equipamento de emergência a bordo.

O elemento humano da segurança da frota

Além das verificações mecânicas e estruturais dos veículos da frota, há um elemento humano na segurança do seu motorista. Sempre exija que os trabalhadores usem cinto de segurança quando estiverem em um veículo em movimento e reforce a segurança do motorista e dos pedestres enquanto estiverem no estacionamento . Além disso, aqui estão alguns riscos humanos comuns adicionais para discutir com seus motoristas como parte de sua política de segurança do motorista:

Abuso de substâncias

Mesmo um pouco de álcool é suficiente para prejudicar o julgamento o suficiente para causar um acidente. Impor uma política de tolerância zero para o consumo de álcool e substâncias controladas por motoristas de frota.

Direção distraída

Há muito o que focar quando você está atrás do volante. Para minimizar acidentes, faça cumprir as regras e regulamentos de sua área local, incluindo não usar telefones celulares ou dispositivos quando estiver na estrada. Se os motoristas precisarem verificar seu GPS, exija que eles parem e estacionem o veículo para verificar.

Fadiga do motorista

Fechar os olhos por um segundo é o suficiente para entrar em um acidente. Considere a duração dos turnos de seus motoristas e certifique-se de que eles tenham pausas adequadas para descansar e comer ao longo do dia. Um pequeno tempo de inatividade programado durante turnos mais longos é essencial.

Condução Agressiva

Seus motoristas estão representando sua empresa quando estão na estrada. Entrar e sair do trânsito, buzinas excessivas, frenagens bruscas e curvas muito rápidas são fatores de risco.

Checklist de segurança do veículo

O desempenho do veículo também é um fator de segurança do motorista. Assegure-se de que está bem conservado realizando uma inspeção de segurança antes e depois de cada turno. Também ajuda a documentar qualquer dano a ser tratado prontamente e ajuda a planejar qualquer trabalho de reparo futuro.

Acompanhe o checklist através do programa de manutenção preventiva regular para cada veículo

Por lei, todos os empregadores devem certificar-se de que o equipamento de trabalho é mantido em bom estado, em boas condições de funcionamento e em bom estado de conservação.

É importante que os veículos sejam mantidos para que estejam mecanicamente em boas condições.

A manutenção planejada deve ser completa, regular e frequente o suficiente para atender às diretrizes do fabricante e ao bom senso.

Gostou do conteúdo? Então assine a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão!

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas