Como fazer um controle eficiente de multas na sua frota

Separamos 5 dicas para facilitar a gestão de multas na sua empresa. Vem conferir mais detalhes neste artigo.
31/10/2019
3 min de leitura
Como fazer um controle eficiente de multas na sua frota

Uma simples multa como a de velocidade pode chegar a custar R$ 880,41, multas mais graves como manobra perigosa ou ultrapassagem forçada podem chegar a custar R$ 2.934,70. Imagine o prejuízo que isso pode trazer para a sua empresa!

Fazer um controle de multas é fundamental para evitar custos desnecessários com a sua frota, independente da quantidade de veículos que você tenha. Porém, diante das atividades do dia a dia, existem muitas dificuldades em se realizar um controle preciso da situação.

Separamos 5 dicas para facilitar a gestão de multas na sua empresa. Vem conferir neste artigo.

1. Tenha uma Política de Frota

A Política de Frotas da empresa é semelhante a um código de ética ou conduta. Elaborado com toda a equipe envolvida com a frota, o documento deve indicar tudo que diz respeito ao uso dos veículos, limites de horário, velocidade, forma de gestão, abastecimento, manutenção, responsabilidades de cada pessoa, obrigações e possíveis punições.

A Política de Frota deve indicar o horário em que os veículos podem rodar, em quais regiões podem trafegar, todos os procedimentos internos de controle de jornada do motorista e gestão da frota.

Caso exista a possibilidade de desconto de infrações do salário do condutor, isso deve estar indicado na política de frotas.

É fundamental que isso seja bem comunicado a equipe!

2. Tenha registro dos motoristas que usam os veículos

O primeiro passo para uma boa gestão é ter o total controle sobre os motoristas que estavam dirigindo o veículo para que você possa identificar o condutor, conversar com ele e futuramente treiná-lo. Assim, é necessário ter registrado em todas as viagens quem era o motorista e ter essa informação facilmente disponível.

Muitas empresas negligenciam esse ponto da disponibilidade da informação e realizam um registro em papel, guardam em arquivos físicos, porém, 15 ou 30 dias depois, quando a multa surge, acaba se tornando muito trabalhoso buscar no arquivo o relatório daquela viagem para identificar o condutor.

Assim, o condutor não é identificado, o responsável não é treinado e a empresa não consegue reduzir seus custos.

Sistemas de gestão de frotas com identificação do motorista são muito para esse tipo de situação, pois sempre que o motorista for usar o veículo ficará registrado nos relatórios do sistema, fáceis de serem acessados em qualquer momento futuro.

3. Tenha controle das datas de vencimento

Uma vez que a multa foi recebida na empresa e o condutor devidamente identificado é necessário realizar o registro do valor, data de vencimento e tipo de infração.

O controle da data de vencimento associado ao sistema de contas a pagar da empresa é essencial para evitar o pagamento de juros sobre as multas já vencidas, um prejuízo ainda mais desnecessário.

O mesmo serve para outros documentos e taxas como o CRLV e o IPVA, uma vez que dirigir com esses itens vencidos pode te custar R$ 293,47.

Sistemas de gestão podem ser muito úteis nesse cenário. Alguns sistemas podem permitem o cadastro de multas, valor, motorista, vencimento e tipo de infração.

A partir disso o gestor será automaticamente alerta da data de realizar o pagamento e não perderá seu prazo!

4. Controle os pontos perdidos

Para evitar que seus motoristas dirijam seus veículos com a carteira inválida realize um acompanhamento dos pontos perdidos por cada um deles.

Dirigir com a carteira cassada pode render mais uma multa de R$ 1.467,35.

5. Realize treinamento com a sua equipe

A principal fonte de infrações de trânsito na sua empresa é o modo de direção dos seus motoristas e isso apenas será corrigido com uma boa política de treinamento.

Os motoristas devem ser treinados em direção defensiva, boas condutas de trânsito e o como agir em caso de acidentes e fiscalizações.

Para motivar a equipe crie um ranking dos melhores motoristas, premie os melhores e treine aqueles que mais cometem infrações.

Colocamos também uma dica extra!

Bônus: Recorra à justiça quando for possível

Quando a multa chegar a sede da empresa cheque com cuidado todas as informações contidas nela para analisar a sua regularidade.

Verifique Dados de local, placa, cor e imagem do veículo e tipo de infração.

Verifique também se a sinalização na região onde a infração foi cometida está regular.

Em muitos casos essa avaliação básica já é suficiente para conseguir uma anulação da multa.

A gestão de frotas pode ser muito mais simples!

Tenha tudo na palma da sua mão e em um só lugar com o Super App Infleet para ter uma gestão de frota mais simples, fácil e eficaz.

Homem no celular

Compartilhe:

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos no seu e-mail!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Materiais gratuitos

Tenha acesso aos nossos materiais gratuitos

Diversos materiais gratuitos e atualizados da Infleet com informações que podem ajudar na gestão da sua frota.

Materiais

Clientes e parceiros

O que os nossos clientes dizem

Clientes e parceiros que inovam na gestão de frotas com o Super App Infleet

São diversas empresas que se beneficiam com as funcionalidades que o Super App Infleet traz para a sua gestão de frota.

plugins premium WordPress

Preencha os seus dados

Faça um teste grátis do nosso sistema de gestão de frotas

Um de nossos consultores entrará em contato para te auxiliar com o teste grátis!

"*" indica campos obrigatórios

Aceito receber comunicações e as políticas de privacidade*
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Entraremos em contato em até 2 horas úteis. O contato é gratuito e sem compromisso.