4 Dicas para a avaliação de desempenho do seu motorista

4 Dicas para a avaliação de desempenho do seu motorista

Como a avaliação de desempenho pode contribuir para melhorar a sua gestão de frotas e o desempenho da empresa de maneira efetiva?

A avaliação de desempenho e feedback são sempre um momentos importantes para os funcionários e gestores da empresa e são ferramentas extremamente poderosas para a gestão de pessoas. Através desses processos você irá analisar o comportamento e resultados de cada funcionário, apresentar o que está sendo bem feito e pontos que precisam ser melhorados , por isso precisa ser feito com muito cuidado!

Você já ficou incomodado com uma avaliação que considerou injusta ou já viu algum funcionário sair chateado de uma avaliação por que não concordava com o que foi apresentado?

Separamos 4 dicas para te ajudar a evitar essas situações aconteçam durante a avaliação de desempenho dos seus motoristas.

1. Defina conhecimentos que o seu motorista precisa ter

Motoristas e caminhoneiros mais capacitados devem ser melhor avaliados. Os motoristas precisam de qualificações específicas, seja de treinamento em segurança, transporte de cargas, direção defensiva ou do código de ética da empresa.

Analise quais são os conhecimentos e habilidades que o seu motorista deve ter, quais ele ainda precisa melhorar, apresente a ele a situação e um plano de desenvolvimento pessoal.

2. Defina os indicadores de produtividade que serão avaliados

Um dos grandes problemas durante uma avaliação de desempenho é que os avaliados muitas vezes acreditam terem produzido mais do que você está falando ou buscam formas de justificar a baixa produtividade. Por isso, é muito importante que você definida com clareza os indicadores de produtividade que serão considerados na avaliação, comunique bem aos motoristas sobre esses indicadores e como eles serão medidos.

Assim, você fará uma avaliação objetiva e justa e a sua equipe não poderá dizer que uma pessoa está sendo perseguida e outra beneficiada por questões pessoais, facilitando a aceitação do resultado.

Os indicadores devem ser avaliados conforme a sua operação, alguns indicadores comumente utilizados para a gestão de entregas são:

  • Percentual de entregas realizadas contra as planejadas em cada transporte;
  • Autonomia média do veículo dirigido;
  • Quantidade de multas e sinistro;
  • Acelerações, frenagens e curvas bruscas;
  • Número de faltas.

Outros indicadores podem também ser incluídos na avaliação de desempenho.

3. Apresente as posturas e comportamentos desejados pela empresa e como elas serão avaliadas

Toda empresa tem um código de ética e comportamentos esperados para os seus funcionários. Para os motoristas isso é ainda mais importante pois eles são a representação da empresa perante a sociedade e realizam contato direto com o cliente, o que impacta diretamente na imagem da empresa.

Estabeleça um perfil de atitudes desejadas para o seu motorista, como proatividade, empatia, organização, honestidade e avalie com base na sua percepção do dia a dia mas também com base em indicadores como nível reclamação de clientes. Além disso, baseie sua sua análise com exemplos de situações reais, fatos, para explicar o que te levou a ter aquela percepção.

4. Premie os bons resultados

Para estimular a sua equipe é preciso recompensar, por isso, estabeleça critérios de premiações e bonificações com base no desempenho. Assim seus funcionários ficarão mais motivados a atingirem suas metas.

Essa premiação não necessariamente precisa ser financeira, mas viagens com a família, eletrodomésticos e itens similares são muito legais.

A família do funcionário saber que ele está sendo bem avaliado é um motivo de orgulho, por isso envolva todos na premiação!

Como está avaliação do desempenho na sua gestão de frotas?