O que a tecnologia para frotas nos ensina sobre a prevenção de acidentes evitáveis

O que a tecnologia para frotas nos ensina sobre a prevenção de acidentes evitáveis

Ao falar sobre prevenção de acidentes e tecnologia para frotas, ao mesmo tempo que a gravidade e as altas taxas desses eventos têm preocupado os gestores de frota, a tecnologia está caminhando lado a lado para tranquilizá-los. Embora não substitua a vigilância e garanta que a atenção máxima seja sempre empregada enquanto o condutor estiver em um veículo, a tecnologia percorreu um longo caminho para ajudar a manter as frotas mais seguras.

No entanto, quando um motorista sinaliza um envolvimento em um acidente, isso implica que ninguém tem culpa. E se ninguém é culpado, não pode ser evitado. Mas a verdade é que a maioria dos incidentes são causados por ações ou comportamentos específicos do condutor.

Acidentes da frota e a Tecnologia

De acordo com o ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), as três principais motivações dos acidentes de trânsito estão relacionadas e podem ser agrupadas em “Fator Humano, Fator Veículo e Fator Via”.

Segundo a entidade, “90% dos acidentes ocorrem por falhas humanas – que podem envolver desde a desatenção dos condutores até o desrespeito à legislação. Os exemplos são claros, excesso de velocidade, uso do celular, falta de equipamentos de segurança como o cinto de segurança ou capacete, o uso de bebidas antes de dirigir ou até mesmo dirigir cansado”.

Eles também podem afetar significativamente os resultados de uma organização e prejudicar a saúde e o bem-estar dos colaboradores, suas famílias, outros motoristas e pedestres.

Contudo, as novas tecnologias das frotas, combinadas com uma estratégia multifacetada de treinamento de motoristas ainda é a melhor opção para ajudar a melhorar a segurança do motorista e, por sua vez, reduzir os acidentes.

A telemetria coloca você dentro do veículo com seus motoristas, permitindo monitorar o desempenho e identificar rapidamente comportamentos de alto risco, como frenagem brusca, aceleração rápida e excesso de velocidade.

Outra tecnologia que permanece opcional para muitas frotas, mas benéfica, inclui avisos de colisão e saída de pista, sistemas de assistência ao motorista, câmeras de backup com áudio e espelhos remotos e de backup.

Sete estratégias para redução de acidentes evitáveis

Para te ajudar a implementar melhorias, trouxemos aqui sete estratégias que podem reduzir acidentes evitáveis ​​e diminuir os custos financeiros da sua frota.

Estratégia 1: Se antecipe

A redução de colisões evitáveis ​​pode começar antes que as chaves estejam na ignição.

Para começar, certifique-se de que motoristas qualificados sejam colocados ao volante por meio de triagem adequada, como verificações de registros de veículos motorizados, avaliações de motoristas e implementação de treinamento de novos contratados para fornecer a esse motorista as ferramentas certas para dirigir com segurança”.

Estratégia 2: Definir responsabilidades

Uma vez que os motoristas ingressam na frota, a implementação de uma política que descreva as expectativas para eles define o caminho para o comportamento adequado do motorista.

Certifique-se de que sua política de frota aborde especificamente acidentes evitáveis.

Estratégia 3: Dê aos motoristas passos simples a serem seguidos

Pode não ser possível evitar todos os acidentes, mas quando as frotas e os motoristas fazem algumas mudanças simples, elas podem ter um impacto significativo.

As frotas podem fazer algumas pequenas mudanças que fazem uma grande diferença.

Implementar políticas de mãos livres, desencorajar curvas à esquerda e proibir a ré de veículos são intervenções rápidas que as frotas podem implantar imediatamente para ajudar a reduzir colisões evitáveis.

Estratégia 4: Acompanhe as tendências e treine de acordo

Nem todo motorista é tão arriscado quanto o outro. Por isso, realize avaliações de risco para identificar os níveis de risco do motorista. A adição de dados de verificações de licenças e histórico do motorista, bem como nível de conhecimento de direção defensiva e atitudes e comportamentos do motorista às avaliações oferece uma visão ainda mais clara do risco geral.

Estratégia 5: Ajude os motoristas a obter a vantagem de um segundo

Fornecer treinamento para abordar comportamentos específicos exibidos por motoristas de risco é uma estratégia eficaz, mas treinar todos os motoristas continua sendo um fator importante na redução de acidentes evitáveis.

Por exemplo, um dos tipos de colisão mais comuns é a colisão traseira. Essas falhas são muitas vezes o resultado de seguir muito de perto.

Motoristas devidamente treinados sabem deixar espaço adequado entre os veículos, deixando espaço para escapar se o carro à frente parar repentinamente. Isso é chamado de ganhar a vantagem de um segundo.

O fato é que o erro do motorista é o fator decisivo na maioria dos acidentes, não problemas mecânicos ou atos da natureza.

Estratégia 6: Equipe os gestores de frota

Na maioria das vezes, a criação de uma cultura de segurança começa no topo.

Os motoristas podem ser solicitados a exibir comportamentos de direção seguros, mas se a gerência não estiver a bordo, é mais fácil para os motoristas abandonarem (ou se sentirem forçados a abandonar) bons hábitos.

Estratégia 7: Potencialize a tecnologia

A tecnologia pode ajudar os gerentes de frota a entender quais comportamentos estão ocorrendo nas estradas, além de evitar algumas das causas mais comuns de acidentes.

Soluções como a telemetria permitem que as frotas monitorem os comportamentos de direção, por isso se certifique que esteja vinculado à sua plataforma de gestão de risco para incorporar comportamentos detectados na pontuação geral e treinamento corretivo, bem como uma administração mais fácil.

Reduzir acidentes evitáveis ​​é uma responsabilidade e um privilégio

A chave para reduzir as falhas é reconhecer que a maioria é evitável. Embora ninguém queira se envolver em um acidente, focar na redução de acidentes evitáveis ​​talvez seja mais importante para as frotas do que para os motoristas.

Felizmente, a tecnologia para segurança está avançando a cada dia. As frotas não devem esperar porque enquanto a tecnologia avança, levará muito tempo até que os acidentes evitáveis ​​sejam coisa do passado.

Até lá, você precisa de um plano para reduzir esses incidentes. Seus motoristas de frota impactam aqueles ao seu redor na estrada, e os investimentos que você faz na promoção da segurança dos motoristas para reduzir acidentes farão uma contribuição positiva para o bem social.

Para organizações que priorizam ESG (Ambiental, Social, Governança Corporativa), a redução de acidentes proporciona um benefício mensurável e reportável para a sociedade como um todo.

Gostou do nosso post? Assine a nossa newsletter para receber nossas novidades em primeira mão!

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas