Sinais de que os custos de manutenção da sua frota estão elevados

Sinais de que os custos de manutenção da sua frota estão elevados

Os custos com manutenção de frota estão entre os três principais custos operacionais, juntamente com o custo de pneus e de combustível. Por isso, todo gestor de frotas precisa ficar muito atento à manutenção da sua frota e está constantemente buscando formas de melhorar a conservação dos veículos, sejam eles leves, motos, caminhões ou máquinas.

É comum que muitos gestores se deparem com custos de manutenção acima do planejado ou custos fora do normal durante um determinado período e se perguntem o que está acontecendo com a sua frota para causar isso. Por outro lado, outros gestores que não acompanham os custos de manutenção da frota nem percebem que o custo está elevado, se acostumam com aqueles valores e deixam a situação da forma que ela está, ou seja, trazendo prejuízo para a empresa.

Com isso, a empresa perde lucratividade, a indisponibilidade constante de veículos limita a prestação de serviços, reduzindo receitas fazendo com que os resultados da empresa fique ruins.

Por isso, escrevemos esse artigo com 4 sinais de que a sua frota está apresentando custos elevados de manutenção e que devem fazer você levantar a bandeira amarela na empresa e olhar com mais cuidado para esse setor.

O QUE COMPÕE O CUSTO DE MANUTENÇÃO

Os custos de manutenção da frota são todos aqueles relacionados ao aumento ou garantia da vida útil do veículo. São os custos necessários para manter o veículo funcionando e operando dentro das condições adequadas. De maneira mais prática, são os custos de troca ou compra de peças, serviços no veículo, reparos, substituições etc.

Os custos com pneus podem fazer parte da composição dos custos de manutenção, porém, como esse item representa uma parcela significativa do custo de uma empresa, geralmente ele é tratado e gerenciado separadamente.

A manutenção em uma frota pode ser corretiva ou preventiva.

Muitos gestores infelizmente ainda acham que a manutenção preventiva é um custo extra que pode ser evitado e não realizam esse controle deixando apenas para realizar algum serviço apenas no momento em que ocorre algum problema maior que necessita de um serviço corretivo.

Isso às vezes faz com que os custos de manutenção da frota se tornem muito elevados. Mas, como saber se os custos estão ou altos ou não? Observe os seguintes indícios:

1. SEUS VEÍCULOS ESTÃO MAL CONSERVADOS

Veículos com aparência externa de má conservação é um sinal de que ele não está sendo bem cuidado.

Um sinal de que o veículo não está sendo bem cuidado é também um sinal de que os custos de manutenção podem estar altos demais. Alguns sinais de má conservação são:

  • Estado dos pneus desgastado;
  • Peças constantemente com mau funcionamento;
  • Problemas elétricos recorrentes;
  • Aparência ruim do veículo.

Se a sua frota apresenta esses sinais de má conservação é bem possível que os custos de manutenção estejam altos. Quando o veículo não é bem cuidado pelo gestor e pelo motorista é grande a chance de ocorrerem manutenções corretivas em excesso.


2. OS MOTORISTAS NÃO ESTÃO DIRIGINDO CORRETAMENTE

O modo de condução do motorista está diretamente relacionado aos custos de manutenção de uma frota. O modo de condução mais agressivo do motorista aumenta o desgaste de pneus, pastilhas, sistema de transmissão, freios, câmbio etc.

Além disso, um motorista que não cuida do veículo também provoca mais desgastes.

Nesse caso, é fundamental que você esteja atento ao modo de condução do motorista. Acompanhe com sistema de telemetria veicular os hábitos de aceleração, curva, frenagem, troca de marcha e RPM. Acompanhe também a velocidade, multas e incidentes.

A partir disso, você pode advertir os motoristas com mau comportamento e também treiná-los em uma condução econômica.

3. OS VEÍCULOS JÁ SE ENVOLVERAM OU SE ENVOLVEM EM ACIDENTES

Se os seus veículos se envolvem em acidentes constantemente os seus custos de manutenção com certeza são altos.

Muitas vezes, após um acidente um veículo não tem a mesma performance de quando era novo. Ele começa a apresentar problemas com maior frequência, perde autonomia e não importa quantas manutenções você passa, ele nunca mais será igual ao novo. Esse tipo de situação faz com que as manutenções sejam muito mais frequentes do que necessário e desejado e por isso aumentam os seus custos de manutenção.

Por outro lado, se os seus motoristas são imprudentes e a sua frota está envolvida em acidentes rotineiramente, você terá custos altos de reparo e também de indisponibilidade do veículo constantemente, fazendo o seu custo de manutenção ir para as alturas.

4. VOCÊ NÃO FAZ MANUTENÇÃO PREVENTIVA

Por útilmo, temos a questão da manutenção preventiva.

Empresas que tem um baixo custo de manutenção tem um ponto em comum, fazem manutenção preventiva com regularidade a fim de evitar custos maiores de manutenção corretiva no futuro.

Em muitos casos, um alto custo de manutenção corretiva pode ser evitado realizando manutenções corretivas muito mais baratas frequentemente. Porém, alguns gestores quando percebem um aumento no custo de manutenção ao invés de criarem um plano mais rigoroso de serviços preventivos, fazem o contrário, eliminam o plano de manutenção preventiva pois acreditam que estão reduzindo a quantidade de serviços mensais e assim o custo.

Um ano um serviço preventivo que pode custar R$ 500,00 por mês ajuda a prevenir um problema corretivo de R$ 30.000,00 no futuro.

Portanto, é extremamente recomendável que você adote um plano de manutenção preventiva para a sua frota para reduzir os seus custos de manutenção.

DICA EXTRA

Como comentado no início do artigo, muitos gestores sequer acompanham os seus custos de manutenção. A maioria não tem dados bem registrados de quanto está gastando com cada carro e quais serviços foram realizados.

Porém, sabemos que o que não é medido não é gerenciado.

Sem saber os serviços e custos de manutenção da sua frota será impossível realizar a gestão de manutenção dela. O gestor simplesmente estará cego para o que está acontecendo e simplesmente nem irá perceber que os custos estão aumentando. Ou, eles vão perceber tarde demais, quando a diretoria já estiver inconformada com a situação.

Para perceber e agir rapidamente sobre a situação, ter uma gestão adequada da manutenção da sua frota é preciso ter dados que o auxiliem na tomada de decisão. Registrar e organizar as informações de manutenção da sua frota, criando dashboards de indicadores que tragam visibilidade e permitam ao gestor acionar alertas quando o indicador ultrapassar um dado limite é essencial.

Nesse sentido, os sistemas de gestão de frotas são os grandes aliados do gestor de frotas.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas