Saiba quais são os benefícios na redução do CO² para sua frota

Saiba quais são os benefícios na redução do CO² para sua frota

O clima da Terra mudou ao longo da história. Satélites em órbita da Terra e outros avanços tecnológicos permitiram aos cientistas observarem o cenário de maneira ampla, coletando diferentes tipos de informações sobre nosso planeta e seu clima em escala global.

Este conjunto de dados, recolhidos ao longo de muitos anos, revela os sinais de um clima em mudança. O dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa são responsáveis ​​pelo aquecimento do planeta em quase 1ºC desde o final do século XIX. O tema dos gases de efeito estufa, sua ligação com as mudanças climáticas e as iniciativas de sustentabilidade têm sido notícia quase que constantemente. É o esforço para reconhecer as mudanças climáticas como um problema nacional e global.

No entanto, se formos relacionar esse debate e iniciativas no contexto da gestão de frotas, é possível notar grandes avanços em energia renovável, veículos elétricos e tecnologia híbrida que já ajudam numa significativa redução desses gases. Contudo, ainda não é o suficiente.

De acordo com o Relatório de impacto: Resiliência diante da adversidade, em 2020, um carro produziu 156,1 gramas de CO² por quilômetro percorrido, ou seja, são mais de 46,7 milhões de toneladas de CO² liberados todos os anos.

Com esse histórico, é inevitável que as frotas enfrentem inspeções cada vez maiores sobre como operam e tornar essa prática como parte integrante da estratégia de redução de carbono da empresa.

Sabemos que, de uma perspectiva humanitária, é importante limitar e reduzir o CO² que produzimos, mas existem benefícios mais amplos para as empresas? É o que vamos descobrir ao longo desse post que preparamos para você entender mais sobre o tema.

Acompanhe a leitura e confira os cinco benefícios na redução do dióxido de carbono (CO²) para sua frota!

Salvando o planeta

Segundo dados da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP 26), Joaquim Leite, Ministro do Meio Ambiente, anunciou a meta estabelecida pelo país para redução da emissão de gases poluentes, até neutralizar a distribuição de CO² na atmosfera.

A meta vai de encontro ao planejamento estabelecido no Acordo de Paris e passará diretamente pelo setor automotivo brasileiro, área essencial para o crescimento do chamado Programa Nacional de Crescimento Verde.

Porém, precisamos acelerar essas iniciativas. Muito se tem dito sobre as compensações de carbono e plantio de árvores para reabsorver o CO² liberado na atmosfera, no entanto, cada árvore plantada absorverá apenas cerca de 16kg de CO² por ano. Ou seja, para cada van na estrada, você teria que plantar cerca de 201 árvores por ano.

Parece óbvio dizer, mas vale a pena repetir: a melhor maneira de reduzir suas emissões de CO² é, em primeiro lugar, usar menos combustível. Se seus veículos usarem menos combustível, eles naturalmente expelirão menos CO² na atmosfera.

Já falamos aqui blog sobre como aliar redução de combustível à sustentabilidade, e não vamos nos aprofundar nisso aqui, mas ao cortar um, você naturalmente reduzirá o outro. Uma melhoria de 5% nas emissões de CO² equivaleria a uma redução de 156,7 kg por ano ou o equivalente a quase 10 árvores para cada veículo!

Use menos combustível, gaste menos dinheiro

Embora os esquemas de sustentabilidade e zero emissões sejam de extrema importância para frotas e empresas, o impacto de reduzir sua emissão de carbono não se limita apenas a uma redução de CO². Reduzir o uso de combustível é a melhor maneira de reduzir as emissões, e isso também terá um impacto no quanto você está gastando em combustível.

Ser capaz de acompanhar as melhorias na redução de carbono e metrificá-las através de KPIs, também pode fazer muito pela vida financeira da frota e é uma maneira fácil de se mostrar inovador nessa área.

Por isso, falaremos mais detalhadamente sobre as cinco maneiras de reduzir o dióxido de carbono (CO²) na sua frota, para que possa colher os benefícios de operar um negócio com consciência ambiental.

1. Selecione o combustível certo para o trabalho

Existem vários tipos diferentes de combustível que você pode usar para abastecer sua frota. Por isso, é importante que os gestores de frota entendam suas diferenças, incluindo disponibilidade, custo e emissões de CO².

Resumimos aqui para te ajudar a decidir qual combustível é mais adequado para seus veículos e a opção mais eficiente para ajudar a reduzir as emissões:

Gasolina

A gasolina está amplamente disponível. Comparado ao diesel, emite menos NOx (óxido de nitrogênio), mas tende a produzir mais CO².

Diesel

O diesel tem uma má reputação, mas novos desenvolvimentos o tornaram mais ecológico. Ele também possui relações potência-peso mais altas, tornando-o uma opção mais econômica para veículos maiores.

Misturas de Biodiesel

Em termos de energia, eles são comparáveis ​​ao diesel puro, mas vêm com o benefício adicional de serem renováveis ​​e emitirem menos CO².

A desvantagem: atualmente o biodiesel é mais caro que o diesel puro e também não é tão fácil de ser encontrado

Gás natural

Seja na forma líquida ou comprimido, o gás natural é mais ecológico do que qualquer um dos anteriores.

A desvantagem: os veículos movidos a gasolina tendem a custar mais por causa dos tanques de combustível isolados e sua disponibilidade limitada.

Veículos Elétricos e Veículos Elétricos Híbridos

O uso de veículos elétricos está em ascensão, inclusive dentro de frotas, com algumas empresas já tendo feito a transição para frotas totalmente elétricas.

Os veículos elétricos têm zero emissões de escapamento e exigem menos trocas de peças devido ao desgaste substancialmente menor do que em veículos tradicionais movidos a combustível. Além disso, a duração da bateria está melhorando muito, com veículos mais novos capazes de dirigir mais de 300 milhas com carga total.

2. Monitore as métricas da frota usando a tecnologia

Você sabia que a forma como você dirige pode fazer uma grande diferença no consumo de combustível? Aqueles que são pesados ​​nos freios e no acelerador tendem a queimar mais combustível do que os motoristas suaves e lentos.

Marcha lenta excessiva, rotas não eficientes e peso adicional também são fatores a serem considerados ao analisar as emissões. Portanto, há muitos componentes a serem lembrados ao considerar o uso de combustível.

É aí que entra o sistema de gestão de frotas da Infleet. Ele te ajuda a visualizar as importantes métricas da frota. Você pode visualizar o desempenho de direção de toda a sua frota ou analisar um veículo e um motorista individuais. Com esses insights, os gestores podem rastrear a direção e o consumo de combustível para tomar medidas corretivas e preventivas para ajudar a reduzir com eficiência sua emissão de carbono.

3. Otimize o uso do veículo

Além de fazer escolhas de direção inteligentes, é vital que os gestores de frota escolham o veículo certo. Isso significa não usar caminhões grandes e cheios de combustível quando apenas uma van serve.

Se veículos meio cheios são uma constante, pode valer a pena investir em alguns veículos menores. Da mesma forma, se seus veículos geralmente viajam com sobrepeso, talvez seja o momento de usar ativos como reboque para aliviar a carga e ajudar a reduzir suas emissões.

O uso de um sistema de gestão de frota fornecerá visibilidade de todo o inventário da frota, bem como de qual veículo está disponível no momento e qual está em uso.

4. Fique por dentro da pressão e posição dos pneus

O estado dos pneus da sua frota não pode ser esquecido. Pneus mal calibrados podem ter um impacto negativo nas emissões de CO² devido à maior resistência ao rolamento. Isso faz com que o motor trabalhe mais e consuma mais combustível.

Juntamente com a pressão dos pneus, é igualmente importante verificar o alinhamento das rodas, pois isso também desempenha um papel na quantidade de combustível que seus veículos estão consumindo.

Rodas desalinhadas aumentam o consumo de combustível e, portanto, as emissões de CO².

Torne as verificações de pneus e alinhamento uma parte regular de sua rotina de manutenção usando o módulo de manutenção da Infleet. Isso permite que você gerencie com eficiência os relatórios de manutenção e veja rapidamente quais veículos precisam de ajustes, incluindo reparos de pneus e alinhamento, para garantir que tudo esteja funcionando sem problemas e sem desperdício de combustível.

5. Torne-se virtual quando possível para minimizar o uso do veículo

A pandemia global forçou muitos de nós a aderir às reuniões virtuais. À medida que emergimos da crise da saúde, vale a pena manter a comunicação online como parte das operações da sua empresa. Para reuniões online não exigem viagens, o que significa que não há veículos na estrada e nenhuma emissão de CO².

Está se tornando cada vez mais óbvio que a mudança climática é algo que deve ser enfrentado em todos os níveis da sociedade, e as frotas comerciais não devem ser uma exceção a isso. No entanto, ao reduzir as emissões de CO² de uma frota de veículos, automaticamente desbloqueará outros benefícios para você e para o negócio em geral.

O monitoramento de sua frota com plataformas integradas de gestão de frota pode orientar na implementação de práticas mais econômicas, eficientes e ecológicas. As empresas de transporte e logística que investem em ações sustentáveis ​​também se tornam mais competitivas, cuidam do meio ambiente, agilizam processos e evitam desperdícios, promovendo o bem-estar da sociedade.

As funcionalidades de gestão de frotas da Infleet pode te ajudar na redução do o impacto ambiental da sua frota. Para saber mais, entre em contato com um de nossos consultores e tire todas as suas dúvidas.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas