Dicas para reduzir a poluição com a sua frota

Dicas para reduzir a poluição com a sua frota

Recentemente, falamos como a sustentabilidade no contexto da gestão de frotas significa mais do que a redução do impacto ambiental, como também implica numa maior eficiência dos processos e em redução de custos. Veja aqui o artigo!

Aqui reunimos algumas dicas práticas sobre o que fazer para sua operação gerar a menor pegada possível no meio ambiente. As principais verticais que discutiremos são: escolha dos veículos planejamento de rotas, manutenções preventivas e descarte de material.


1. Escolha o veículo correto para cada operação

A escolha do ativo ideal para cada serviço é fundamental. Isso implica no tipo de uso que será dado a ele, o terreno em que irá rodar, a carga e o volume que precisará transportar. Por exemplo, uma empresa do setor de serviços de telefonia, que geralmente realiza múltiplos atendimentos em um dia e geralmente não faz uso de uma grande quantidade de materiais, pode optar por uma frota leve e urbana, o que facilitará na busca por vagas, na redução com os custos de combustível e claro na geração de resíduos.

Agora, se a sua operação envolve entregas de grandes volumes em locações distantes, o uso de uma frota leve significaria realizar diversas viagens num dia, o que aumenta os custos e o impacto ambiental.

2. Gere rotas mais eficientes

A geração de rotas é o momento onde a inteligência operacional é mais explorada. Um bom planejamento prévio reduz o tempo dos veículos em rota, possibilita otimizações evitando o desgaste desnecessário de peças que seriam depois descartadas gerando resíduos.

Nesse ponto vale com certeza buscar uma ferramenta digital que auxilie nesse trabalho mas não se esqueça de consultar a expertise dos seus colaboradores, a aliança entre conhecimento e tecnologia é fundamental para a criação de rotas mais eficientes.

3. Não abra mão da manutenção preventiva

A manutenção preventiva é a maior aliada para o aumento da vida útil do veículo. Optar por essa forma de controle é muito mais do que organizar o seu calendário e otimizar as horas da sua equipe de manutenção. Você consegue também antecipar falhas e evitar que problemas mais sérios que possam impactar em altos custos venham se desenvolver.

Uma prática por exemplo de realizar trocas de óleo periódicas e programadas pode lhe ajudar a evitar problemas mais sérios envolvendo o motor do veículo, além disso o consumo de óleo também deve diminuir pois você usará este de acordo com as instruções do fabricante, levando o seu consumo para o estado ótimo.

4. Seja cuidadoso com o descarte de peças e materiais

O final do processo é um ponto que requer muita atenção de você gestor ou gestora. Felizmente a legislação e a fiscalização do descarte de materiais e resíduos tem se desenvolvido no Brasil. Mas, não só por essa pressão social e legal, mas pela importância de um compromisso com a sustentabilidade que todos precisamos ter.

Observe que existem materiais que precisam passar por processos específicos de separação como óleos, solventes e materiais tóxicos. Além disso, vale observar o potencial para reciclagem como é o caso dos pneus ou peças plásticas que tenham sido avariadas. Felizmente existem diversas empresas do setor de serviços ambientais que podem lhe ajudar a simplificar esse processo e estar 100% em conformidade com os padrões exigidos.

A Infleet está comprometida em simplificar a gestão da sua frota e ao fazer isso vamos criar um mundo mais sustentável. Se você deseja conhecer um pouco mais sobre como fazemos isso entre em contato conosco e vamos juntos transformar a gestão da sua frota! Faça um teste grátis aqui!

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas