Big data: pare com o excesso de análise de dados da frota

Big data: pare com o excesso de análise de dados da frota

É provável que já tenha ouvido o termo big data, pois ele se tornou uma palavra da moda nos últimos anos. Mas caso você não saiba, ele se refere à coleta de grandes quantidades de informações de uma ampla variedade de fontes para uma análise aprofundada.

O big data é responsável por fornecer visibilidade profunda das operações de negócios, como a frota de sua empresa - capacitando você a tomar decisões de negócios informadas.

No entanto, se não houver uma definição clara dos indicadores que serão acompanhados, o big data pode se tornar um problema difícil de gerenciar. Os veículos estão constantemente gerando dados. Por isso, enquanto empresa, você deve gerenciar milhares de dados diariamente dos inúmeros veículos da sua frota.

Então, como você controla esse caos e ganha valor em vez de frustração com seus dados? Continue a leitura do nosso artigo e se atualize!

Compilar dados em um sistema central

Um dos maiores desafios do big data é que você pode coletar dados de várias fontes e locais simultaneamente, como tratamos em nosso artigo sobre gestão de frotas baseado em dados.

Como resultado, pode ser difícil tentar encontrar uma determinada categoria de dados e evitar a perda desses indicadores. Quando for o momento de analisar todos eles, seu sentimento será de viver um grande pesadelo.

É possível evitar essa confusão e frustração mantendo todos os seus pontos de dados em um local central - de preferência um sistema integrado (não um arquivo enorme no Excel).

Assim, as informações da frota de sua empresa serão fáceis de localizar e acessar. Também não terá que explicar para a diretoria como você perdeu dados ou não consegue se lembrar onde certos pontos de dados estão localizados.

Automatize a análise de dados de sua frota para economizar ainda mais tempo.

Utilize um sistema integrado de gestão de frota para acessar um painel de informações e gráficos da frota em tempo real.

Esses sistemas podem gerar uma variedade de relatórios, te ajudando a economizar tempo e permitindo que detecte problemas antes que eles afetem a frota.

Os relatórios que o sistema integrado de gestão de frota podem criar e atualizar automaticamente para você incluem:

  • Custo operacional médio por quilômetro;
  • Custo por metro;
  • Custos de serviço em comparação com custos de combustível;
  • Custos de serviço mensais e custos de combustível;
  • Leituras de medidores de veículos;
  • Tendência de custo total;
  • Economias médias de combustível do veículo e custo por galão.

Você pode obter uma visão poderosa e em tempo real das operações da frota e o sistema integrado faz o trabalho por você!

Evite a análise excessiva de diversos dados

Como falamos no início do texto, o big data pode ser um grande vilão, especialmente quando os dados estão se acumulando e não há tempo para analisá-los com frequência.

Pode ser um efeito dominó onde, enquanto você espera para analisar os dados da sua frota, fica cada vez mais difícil, então você continua a deixar para depois.

Para encerrar o ciclo interminável de procrastinação, dedique alguns minutos por semana para revisar os dados da frota. Analise-os pouco a pouco e com frequência.

Dica: Evite analisar muitos dados de uma única vez. Dessa forma, estará prejudicando mais do que ajudando a sua própria estratégia na gestão da frota.

Ao revisar frequentemente os dados da frota, você pode evitar grandes surpresas e resolver quaisquer problemas atuais antes de perder tempo e dinheiro.

Entendeu tudo sobre o big data e como parar com o excesso de análise de dados da frota? Então agora saiba o que deve ser levado em conta ao analisar os indicadores da sua frota. Vamos lá!

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas