Ociosidade do motor: o que é e por que devo controlar

Ociosidade do motor: o que é e por que devo controlar

O gasto com combustível é uma preocupação frequente dos gestores de frota. O gasto com motor ocioso é um dos grandes fatores e custos ocultos que contribuem para um maior consumo do veículo e gera grande preocupação dos gestores.

É uma cena comum dentro de qualquer empresa com frota o motorista estar no veículo esperando uma carga ou descarga com o veículo e ar condicionado ligados apenas esperando. Ou então, o motorista que entra no carro, ajusta o banco, o retrovisor e sai com o carro ligado para ir ver alguma coisa que esqueceu, pegar um café, falar com alguém, entre diversas outras razões.

Assim, reduzir o tempo de motor ocioso é uma excelente forma de reduzir custos de combustível e também emissões de CO2 da frota.

Se você quer saber como você pode reduzir a ociosidade do motor dos seus veículos, confira este post.

O QUE É OCIOSIDADE DO MOTOR

De maneira bem simples e direta, a ociosidade do motor é o tempo em que o veículo encontra-se parado com o motor ligado, funcionando. É o famoso motor ligado e parado.

QUAL O IMPACTO DA OCIOSIDADE DO MOTOR NO CONSUMO DE COMBUSTÍVEL

Deixar o veículo parado com o motor ligado pode consumir de 2 a 5 litros de combustível por hora, o que no cenário atual de custos de combustível é um desperdício significativo que deve ser evitado.

Considerando um preço médio do diesel de R$ 3,40 e uma pequena jornada do motorista com 10 paradas, se o seu motorista ficar apenas 10 minutos com o motor parado e ligado em cada uma das paradas do dia você terá um prejuízo de R$ 11 a R$ 28 por dia por carro apenas devido a ociosidade do motor.

Isso para uma frota que roda 20 dias por mês significa um desperdício de R$ 220 a R$ 308 mensal por veículo.

Agora multiplique pelo tamanho da sua frota e veja todo o desperdício financeiro que você tem apenas por não controlar esse indicador e hábito do motorista. A priori pode parecer pouca coisa, mas para uma frota de 50 veículos isso representa um valor de R$ 132.000,00 a R$ 184.800,00 de prejuízo no ano!

Esse é quase o valor de uma caminhão novo, todos os anos sendo desperdiçados apenas com a ociosdiade do motor.

É PRECISO AQUECER O MOTOR ANTES DE LIGAR O VEÍCULO?

Muitos motoristas acreditam que antes de iniciar o dia de trabalho com o veículo é preciso deixar ele parado com o motor ligado para aquecer e evitar danos de sair com o motor frio. Um grande equívoco.

O motor em ponto morto e baixa rotação não aquece o veículo para que o óleo lubrificante circule rapidamente e evite danos ao veículos.

O mais correto é você manter a sua manutenção preventiva em dia, trocando o óleo periodicamente e mantendo a sua qualidade e viscosidade para que ele se espalhe rapidamente e lubrifique bem o motor.

Outro ponto de atenção é que logo no início da operação é necessário que o veículo seja conduzido com mais suavidade, justamente enquanto o óleo se espalha, evitando acelerações e frenagens muito bruscas.

Assim, deixar o veículo ligado na garagem para aquecer o motor não é uma prática necessária e ela apenas contribui para o desperdício de combustível.

COMO REDUZIR A OCIOSIDADE DO MOTOR NA SUA FROTA

Como vimos a ociosidade do motor é um custo oculto bastante elevado que pode ser responsável por um incremento significativo do consumo de combustível da sua frota. Porém, o que fazer na prática para reduzir a ociosidade do motor?

Primeiro ponto é fundamental ter um controle das informações de ociosidade por veículo da frota. Você precisa saber todos os dias quais veículos ficaram parados com o motor ligado, ocioso, e por quanto tempo.

A ferramenta de telemetria veicular é fundamental para auxiliar o gestor nesse caso. Ela identificará os momentos de ociosidade e registrar todos esses eventos na plataforma de gestão de frotas, onde a performance do carro poderá ser acompanhada em relatórios.

O gestor poderá então ter acesso a relatórios diários da ociosidade do motor de cada veículo, gerar alertas em tempo real quando um veículo ultrapassar um determinado tempo com motor ocioso e então trabalhar a educação dos motoristas apresentando esses dados e explicando o impacto que isso tem na política da empresa.

Uma prática que foi apresentada em um evento de gestores de frota, Data Driven Fleet Management Experience, foi a de usar diálogos diários com os motoristas nesse processo educativo. Assim, o gestor de uma frota da Coca- Cola conseguiu reduzir a ociosidade do motor de mais 20% para 8% reduzindo o consumo de combustível em 4,8%.

Diariamente, ele recebia um relatório com os indicadores de ociosidade do motor de cada veículo e motorista e antes do início do dia ele realizava uma reunião onde apresentava os dados, explicava aos motoristas como aquilo impacto o custo operacional da empresa e relembrava eles da política de frotas da empresa em que o motorista é indicado a desligar o veículo quando estiver com ele parado.

Realizar um bom gerenciamento de frotas não é algo fácil, reduzir custos na frota ainda menos. Por isso é fundamental contar com ferramentas que forneçam as informações necessárias para te ajudar a reduzir custos de combustivel e agir diariamente junto aos motoristas para educá-los e garantir que eles entendam os impactos dos seus hábitos de direção nos resutaldos da empresa.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas