Como melhorar o controle dos motoristas terceiros

Como melhorar o controle dos motoristas terceiros

Se você tem acompanhado esse blog certamente textos sobre como lidar com os condutores e como ajuda-los a operar da maneira mais adequada com os padrões da empresa são frequentes. Preparamos esse artigo com o foco específico em motoristas terceiros, pois para além das dicas já dadas existem alguns pontos específicos desse tipo de contratação que precisam ser levados em consideração.

Independente se a forma de contratação inclui o motorista rodar com um veículo com a marca da empresa ou não, é importante estar consciente que essa pessoa será um representante de topo a corporação perante a sociedade, por isso é fundamental que exista um alinhamento tão bom quanto o feito com os funcionários da empresa.

1. Monitore

A frase famosa de William Deming “não se gerencia o que não se mede” é uma verdade que precisa ser observada pelas empresas. A melhor forma de ajudar os colaboradores a melhorarem as suas performances é colhendo informações que permitam a identificação das suas ações.

O monitoramento dos terceiros vai lhe ajudar a administrar remotamente a performance desses representantes da empresa. Informações como excessos de velocidade, direção perigosa ou atrasos podem ser melhor acompanhadas, além de poder transmitir ao cliente esse tipo de informação através de uma conta de acesso exclusiva.

Caso a empresa julgue não fazer sentido investir na instalação de equipamentos nos veículos dos agregados pode-se optar pelo monitoramento via celular. Essa opção geralmente é mais econômica e traz o benefício do acompanhamento da posição durante as horas de serviço à empresa.

2. Manter o mesmo nível de cobrança

Se você já desenvolve rotinas de diálogo semanal ou diário com seus condutores, pode ser uma boa ideia incluir os terceiros nessas conversas. Além disso, acompanhe os indicadores, incidentes e as possíveis reclamações. Não pense que pelo fato da participação dessa pessoa na empresa ser temporária que não faz sentido investir tempo em educação.

Esse tipo de postura mostra a todos os agregados que a empresa se interessa muito pelos temas de segurança e produtividade. A cultura da empresa precisa ser muito bem comunicada a todos envolvidos nesse contexto.

3. Elabore um contrato robusto

Os termos da contratação são um fator importantíssimo na garantia da qualidade do serviço desses parceiros. As sugestões feitas acima precisam ser respeitadas e pra isso ajuda muito se elas estiverem bem detalhadas pelo setor jurídico.

Se for uma operação de risco ou houver exigência do cliente sobre o uso de rastreamento, lembre-se de deixar isso registrado em contrato e não apenas no acordo verbal.

4. Reconheça os destaques

Já falamos aqui como é importante reconhecer o bom trabalho, se você já faz isso com os colaboradores fixos da empresa já é um passo excelente, mas considere também o uso de ferramentas de reconhecimento com aqueles motoristas que não façam parte do quadro fixo de funcionários, você irá observar como há um aumento da qualidade do serviço prestado.

Para lhe auxiliar nessa ação é fundamental que esses motoristas façam uso de uma plataforma de gestão de frotas que possibilite a captura de dados para processamento e interpretação da equipe de gestão, a fim de premiar os melhores resultados e corrigir os que se destacam negativamente.

Se esse tema lhe ajudou ou se você se interessa por conteúdos desse tipo, acompanhe a Infleet através de conteúdos de alta qualidade aqui em nosso blog e em nosso canal no YouTube.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas