Como melhorar a segurança do veículo por meio da manutenção dos pneus

Como melhorar a segurança do veículo por meio da manutenção dos pneus

A manutenção dos pneus pode ser esquecida quando você tem muitas demandas para administrar ou está com pressa. Mas quanto os pneus podem realmente afetar a segurança do motorista e do automóvel? Muito!

De acordo com o Portal do Trânsito, 80% dos veículos em circulação no país têm algum tipo de problema como pneu careca. Esses acidentes poderiam ter sido evitados com o cuidado adequado dos pneus.

Além disso, veículos com pneus com pressão insuficiente têm três vezes mais probabilidade de sofrer acidentes relacionados a problemas nos pneus do que veículos com pneus com a pressão adequada. Sem falar que pneus com baixa pressão são mais propensos a derrapar na pista molhada em dias de chuva.

A manutenção adequada dos pneus não só aumenta a segurança do veículo, mas também pode melhorar a economia de combustível e estender a vida útil do pneu em 9 mil quilômetros, economizando o dinheiro da sua frota.

Então, como você pode manter seus pneus bem conservados? Continue a leitura deste post e confira!

1. Mantenha a pressão correta dos pneus

A pressão do pneu afeta a frenagem e o manuseio do veículo, bem como sua resposta aos comandos do motorista. A pressão baixa do pneu pode levar ao aumento de calor e a falha prematura.

Os níveis ideais de pressão de ar variam de automóvel para automóvel, por isso é importante verificar e manter regularmente. Os pneus perdem cerca de uma libra-força por polegada quadrada (psi) de pressão por mês.

A prática padrão é verificar a pressão do pneu mensalmente, incluindo o sobressalente, uma vez que pneus não usados ​​ainda perdem pressão com o tempo.

Como a pressão baixa dos pneus não é perceptível até que um pneu atinja 50 por cento da pressão ideal, nunca é suficiente adicionar ar apenas quando o pneu parece baixo.

2. Verifique a banda de rodagem do pneu

Pneus com pouca ou nenhuma banda de rodagem são chamados de pneus carecas. Esse tipo de pneu é um risco para a segurança, especialmente em tempo úmido, porque os veículos reduzem a capacidade de frenagem e aumentam a probabilidade de deslizar na pista.

A substituição dos pneus, de acordo com a nossa legislação, deve ocorrer, obrigatoriamente, quando a altura mínima dos sulcos das rodas estão abaixo de 1,6 milímetros. Caso não haja a troca, o condutor fica sujeito a multas e até a apreensão do veículo.

A banda de rodagem do pneu deve ser verificada periodicamente - ou substituída - quando atinge os 1,6 milímetros. Os motoristas devem examinar se os pneus estão desgastados observando se o piso está nivelado com as barras de desgaste.

3. Verifique o desgaste e gire os pneus

Quando os pneus não são girados adequadamente, as partes perdem o piso rapidamente e reduzem a segurança do veículo. Como resultado, o veículo reduz a capacidade de frenagem e aumenta o risco de ‘patinar’ na pista, como dito anteriormente.

Os pneus dianteiros dos veículos não apresentam as mesmas funções de carga, direção ou frenagem que os pneus traseiros. Como resultado, os pneus se desgastam de maneira desigual e em ritmos diferentes. Por exemplo, pneus dianteiros tendem a ter mais desgaste nas bordas externas, uma vez que estão mais envolvidos com a direção.

Os pneus devem ser girados a cada 11 mil km, caso contrário, as partes perderão o piso muito mais rápido e terão que ser substituídas mais cedo. Se os pneus não forem girados corretamente, isso pode afetar muito os orçamentos da frota e reduzir a segurança do veículo.

4. Mantenha o alinhamento adequado das rodas

Os veículos da frota ficam desalinhados quando as posições dos pneus estão fora das especificações do fabricante. Rodas desalinhadas podem afetar a forma como o veículo freia e responde ao motorista. Ao dirigir em altas velocidades, os pneus desalinhados podem aumentar a dificuldade de direção, resultando em maior probabilidade de um acidente.

Além de representar um risco à segurança, as rodas desalinhadas podem custar caro porque colocam pressão na suspensão do veículo - resultando em reparos onerosos e pneus arrastados - aumentando o consumo de combustível.

Não existe um padrão para a frequência de verificação do alinhamento das rodas. No entanto, é recomendado verificar o alinhamento das rodas ao comprar pneus novos - caso contrário, eles podem se desgastar antes do tempo.

Os sinais de rodas desalinhadas incluem o veículo puxando para o lado enquanto dirige em uma estrada reta e nivelada, o volante estando fora do centro durante a direção ou os pneus apresentando desgaste irregular.

Além dessas verificações de manutenção, confira as seguintes dicas para prolongar a vida útil dos pneus e manter os veículos seguros:

  • Certifique-se de que as tampas estão nas válvulas dos pneus;
  • Não exceda a carga máxima do veículo;
  • Evite buracos ou objetos estranhos na estrada;
  • Não passe por cima do meio-fio ou bata nele ao estacionar;
  • Evite usar pneus velhos, mesmo que não sejam usados, porque enfraquecem com o tempo;
  • Armazene os pneus não usados ​​em um ambiente interno limpo, fresco, seco e quente.

Dica bônus

A manutenção dos pneus é fundamental para a segurança dos veículos da frota.

Recomenda-se que as verificações da manutenção dos pneus sejam realizadas mensalmente, com inspeções mais frequentes para frotas localizadas em áreas com climas frios ou que trafegam em estradas com buracos. Também é recomendado inspecionar os pneus dos veículos da frota antes de uma viagem longa.

Um programa de manutenção de pneus incentiva as frotas a monitorá-los todos os dias e resolver os problemas de forma proativa antes que afetem a eficiência, aumentem os custos operacionais incrementais, causem preocupações com a segurança e paradas não planejadas.

Um programa como esse trata os pneus como um ativo importante e, mais importante, oferece suporte à segurança da frota, de seus operadores e de outros motoristas na estrada.

Gostou de saber como melhorar a segurança do veículo por meio da manutenção dos pneus? Então conheça também quais serviços ajudam a aumentar a vida útil do pneu.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas