Carga seca ou refrigerada: qual a melhor opção para sua frota?

Carga seca ou refrigerada: qual a melhor opção para sua frota?

Existem variados tipos de cargas no setor de transporte/logística. E todas as categorias possuem particularidades distintas e requerem cuidados diferentes na hora do deslocamento. Dentre elas podemos citar a carga seca e a carga refrigerada.

Se você está pensando em implementar um desses modelos na sua empresa, é imprescindível primeiro conhecer as diferenças entre cada uma delas antes de decidir em qual modalidade investir.

Sendo assim, neste artigo, apresentamos o que é carga seca e refrigerada, qual a melhor opção para a sua frota, além de suas vantagens e desvantagens. Acompanhe!

O que é carga seca?

Carga seca é o transporte de mercadorias industrializadas e não perecíveis, aquelas que não necessitam de um tipo especial de condução para mantê-las em uma temperatura adequada, pois não se estragam facilmente. Elas podem ser conduzidas em qualquer clima ou estação do ano, por isso, esse tipo de carga é bastante versátil.

São exemplos de cargas secas:

  • Alimentos não perecíveis (feijão, arroz, macarrão, açúcar);
  • Produtos de limpeza;
  • Produtos de higiene pessoal e beleza;
  • Materiais de construção;
  • Encanamentos;
  • Ferramentas;
  • Madeiras;
  • Eletrodomésticos e móveis;
  • Peças automotivas;
  • Roupas.

A carga seca é considerada a simples de ser transportada, devido à abundância de produtos que se enquadram nessa categoria. Além disso, é mais econômica, pois não precisa de um investimento alto em um veículo específico para conduzir as mercadorias.

Os produtos podem ser levados em caminhões VUC (Veículos Urbanos de Carga), caminhões toco, caminhões truck e carretas.

No entanto, mesmo sendo mercadorias que dispensam a necessidade de refrigeração, controle de temperatura e horário certo para o transporte, as cargas secas obviamente necessitam de precauções para não sofrerem danos durante a viagem.

E apesar do clima não influenciar algumas cargas secas, como os produtos industrializados, objetos mais delicados como os móveis de madeira, não podem ficar expostos à chuva ou sol. Por isso, é essencial a utilização de caminhões fechados e bem vedados.

As mercadorias podem ser organizadas através de embalagens, caixas, fardos e paletes. E é importante sempre conferir se elas estão em boas condições e bem acomodadas no caminhão.

Vantagens

Confira algumas vantagens em atuar com cargas secas:

  • Não exigem temperaturas especiais para as viagens;
  • Mais econômicas em relação ao combustível;
  • Não oferecem risco de contaminações, pois não vazam;
  • Versáteis e uma das mais fáceis de serem transportadas;
  • Não precisam de um investimento alto em um veículo específico.

Desvantagens

Conheça também suas desvantagens, na verdade, alguns cuidados:

  • O baú tem que ser de qualidade para evitar sol e chuva nas mercadorias;
  • É preciso utilizar as embalagens corretas para proteger os produtos;
  • As mercadorias devem ser organizadas respeitando o limite de peso do veículo;
  • Como geralmente são produtos em grande quantidade e de alto valor, ficam sujeitos a roubos, necessitando de mais segurança como monitoramento e rastreamento.

O que é carga refrigerada?

Carga refrigerada é o transporte de mercadorias perecíveis ou congeladas que exigem bastante cuidado durante a viagem e necessitam de condições climáticas especiais para evitar seu perecimento e garantir que cheguem em boas condições ao seu local destinado.

As mercadorias dependem de um controle cauteloso em todo o processo logístico da transportadora. Ela recebe os produtos na temperatura adequada e precisa preservá-los assim. Por isso, o veículo tem a função de manter um clima constante, a fim de conservar as propriedades do produto durante o deslocamento.

São exemplos de cargas refrigeradas:

  • Carnes, aves, frutos do mar;
  • Verduras, legumes, frutas;
  • Ovos, laticínios;
  • Gelo em cubos;
  • Medicamentos, produtos químicos;
  • Todos os alimentos, que necessitem estar obrigatoriamente em temperaturas estabelecidas por legislação específica.

Assim, os veículos para esse tipo de carga precisam ser específicos, com um sistema de refrigeração integrado para o controle da temperatura e a conservação da mercadoria. O caminhão baú refrigerado (0 e -10° C) é indicado para os perecíveis e o baú frigorífico (-15° C e -20° C) é recomendado para os congelados, pois cada produto tem sua particularidade.

Como a carga refrigerada não pode sofrer alterações climáticas, seu transporte costuma ser feito de maneira rápida, geralmente os fretes são realizados em curtas distâncias, pois mesmo monitorando o clima no caminhão, não é possível manter a qualidade da mercadoria por tanto tempo.

Vantagens

Veja algumas vantagens em atuar com cargas refrigeradas:

  • Impedem a deterioração dos produtos durante o transporte;
  • Pouca concorrência, é um tipo de serviço bem segmentado;
  • O frete gira entre 30 a 50% mais alto que o da carga seca.

Desvantagens

Saiba também quais suas desvantagens:

  • Alto investimento com câmara fria e equipamento de refrigeração;
  • Maior gasto com combustível;
  • O motorista tem que ser familiarizado com o equipamento;
  • Monitoramento constante da temperatura;
  • A equipe precisa de agilidade na carga e descarga;
  • Definição de rotas mais eficientes e seguras;
  • Necessidade de higienização frequente;
  • Manutenções periódicas para garantir a eficiência da refrigeração e a não contaminação dos produtos.

Como podemos ver os investimentos são grandes e há alguns riscos presentes nessa modalidade, por isso o valor do frete também é alto. O sucesso depende, então, de uma boa administração e de acompanhar as tendências na gestão de frotas.

Saiba qual a melhor opção de carga para sua frota

Afinal, como escolher em qual tipo de carga investir? É melhor atuar com frota de carga seca ou frota de carga refrigerada?

Após conhecer as vantagens e desvantagens das duas opções, tudo vai depender do propósito, das necessidades e de como a empresa se encontra no momento. É preciso colocar na balança os gastos e os lucros de cada uma delas. Ou seja, não há como afirmar qual a melhor.

Caminhões para cargas secas, por exemplo, podem transportar uma maior variedade de mercadorias, evitando a ociosidade do veículo. Enquanto as cargas refrigeradas, por necessitar de mais cuidados, apresentam um custo de frete maior.

Sendo assim, uma vez que você decidir o tipo de carga que melhor se adequa a realidade da sua frota, é importante saber escolher o tipo de veículo para a locomoção. Cada modalidade tem suas especificidades para que os produtos cheguem ao destino em bom estado.

Conclusão

Agora você já sabe o que é carga seca e carga refrigerada e suas vantagens e desvantagens. Conhece também a maneira correta de transportar diferentes produtos e como garantir a qualidade das entregas. Além de estar ciente dos pontos que devem ser considerados na hora de escolher qual a melhor opção para sua frota.

Se você gostou do conteúdo e deseja receber mais assuntos informativos como esse, assine a nossa newsletter e acompanhe de perto as novidades do blog.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas