Treinamento para motoristas: como fazer durar os benefícios dessa prática na sua frota

Treinamento para motoristas: como fazer durar os benefícios dessa prática na sua frota

Melhorar o desempenho da empresa através do investimento em tecnologias é essencial para o andamento do negócio. Mas, você sabia que o motorista é a peça fundamental para o sucesso da sua gestão de frota? Por isso, capacitá-lo pode trazer benefícios como eficiência, competitividade, redução de custos e aumento da produtividade.

O treinamento para motoristas, com o ensino de boas práticas de condução, visa diminuir o consumo de combustível, as manutenções e também garantir a segurança dos envolvidos, o que evita riscos de acidentes. Além disso, esse momento é uma oportunidade para ser transparente com os colaboradores sobre as metas e políticas da empresa.

Neste artigo, você vai conferir a importância e os benefícios da aplicação dessa ação na frota e dicas de como manter o envolvimento da equipe após o treinamento.

Importância e benefícios do treinamento para motoristas

O modo de condução dos motoristas tem impacto nos gastos operacionais da frota, como manutenção, combustível e a depreciação dos veículos. Logo, a realização do treinamento dos condutores para uma direção mais segura e econômica, reduz riscos de acidentes e custos, melhora a eficiência das tarefas e proporciona resultados positivos para todos.

Conscientizar os motoristas sobre as regras de trânsito e alguns simples hábitos como manter uma velocidade constante, evitar acelerações, freadas e curvas bruscas, já contribuem para o processo de mudança dos comportamentos prejudiciais.

E com a implementação dessa ação, o gestor precisa fazer acompanhamentos e aperfeiçoamentos contínuos para obter sucesso. É possível fazer isso através do auxílio de um sistema de gestão que reúne todas informações relevantes do procedimento.

Veja os benefícios do treinamento para motoristas na organização:

  • Mais segurança;
  • Menor incidência de acidentes;
  • Economia de combustível;
  • Redução dos custos de manutenção;
  • Melhor produtividade;
  • Maior lucratividade.

7 dicas para manter o envolvimento da equipe nesta prática

Agora que você já sabe a importância e os benefícios do treinamento do condutor da frota, acompanhe dicas para fazer os colaboradores continuarem sempre comprometidos.

1. Comunicação regular com os motoristas

O diálogo é um fator importante em qualquer ambiente. Na frota, por sua vez, deixar os motoristas constantemente bem informados sobre os processos da empresa reduz as chances de ruídos e surgimento de problemas.

A falta de comunicação é responsável pelo não alinhamento das expectativas entre as partes, gastos desnecessários, incompreensão das tarefas e retrabalhos. Além disso, prejudica a motivação e a produtividade da equipe.

Por isso, manter uma conversa com os motoristas é essencial para que eles se sintam valorizados e também entendam melhor os objetivos da organização.

2. Avaliações regulares de motoristas

Outra dica fundamental que faz parte de uma boa gestão de pessoas é entender o perfil de cada um. Nesse caso, o gestor precisa acompanhar diariamente o desempenho dos motoristas.

Realizar avaliações permite que o gestor fique ciente sobre o comportamento positivo ou negativo dos condutores para, assim, propor soluções nos pontos que necessitam de melhorias.

3. Treinamento contínuo na estrada

Criar um programa contínuo de treinamento para os motoristas não só torna as práticas de direção mais seguras, como também ajuda a transformar os comportamentos saudáveis em um hábito. E isso, consequentemente, melhora os resultados de todas operações da frota, desde a segurança até os lucros da empresa.

4. Uso da tecnologia para se manter atualizado

Felizmente, no mercado há sistemas de gestão que auxiliam o gestor na realização dos procedimentos da empresa.

Para observação dos resultados do treinamento dos motoristas, por exemplo, existem opções de rastreadores e telemetria veicular que fornecem informações completas sobre a jornada de trabalho de cada condutor.

5. Monitoramento constante

Como já dito, com a ajuda de algumas ferramentas é possível fazer o monitoramento constante dos motoristas. Acompanhar a quilometragem percorrida, a velocidade utilizada, os trajetos e outros passos do condutor permite analisar detalhadamente o andamento das mudanças, na prática.

6. Uso da gamificação para dinamizar o acompanhamento

Gamificação nada mais é do que tornar as atividades de uma empresa parecidas com um jogo, deixando-as mais interessantes e instigadoras para a equipe. Adotar essa prática melhora o engajamento dos colaboradores e os processos da organização.

7. Incentivo a motoristas que tem um bom comportamento

Para motivar os condutores com melhores condutas, pode ser inserido no dia a dia da frota sistemas de pontuação, ranking e bonificações como forma de incentivo.

Através das ferramentas de monitoramento o gestor acompanha o modo de condução dos motoristas, gera relatórios de desempenho e, assim, consegue analisar e classificar quem está tendo bons comportamentos.

Conclusão

Como vimos, o treinamento dos motoristas é de suma importância no cotidiano da frota, pois melhora significativamente a segurança dos colaboradores, aumenta a produtividade da equipe e a lucratividade da empresa. Afinal, as boas práticas contribuem para a diminuição dos gastos e resultados mais eficientes.

Para receber mais conteúdos como esse, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas