Cuidados com os pneus: como estimar a vida útil dos seus pneus

Cuidados com os pneus: como estimar a vida útil dos seus pneus

Você já deve ter visto essa informação aqui neste blog, mas é muito importante repetir para que fique claro o quão relevante é o cuidado com os pneus, o custo com esse ativo representa até 18% dos custos de uma empresa de transportes, segundo a Associação Brasileira de Engenharia de Produção.

Como você controla hoje a vida útil dos seus pneus? Estabelece um período padrão e troca toda vez que chega nesse período? Você leva em consideração o histórico desse pneu? Essas perguntas são importantes pois andar com um pneu careca (sem ranhuras ou com sulcos inferiores a 1,6 mm) resulta em multa de R$ 195,23 e 5 pontos na carteira.

Caso você esteja curioso para saber se existe uma vida útil para os pneus assim como existe para outros produtos comercializados a resposta correta é que não existe essa data. No entanto, é recomendado um tempo de vida em torno de 5 anos. E de quando devo começar a contar estes 5 anos? O ideal é que a contagem comece a partir da data de fabricação do pneu, essa informação pode ser encontrada na lateral do pneu, logo após o código do DOT, observe uma sequência de quatro números, onde os 2 primeiros representam a semana em que o pneu foi fabricado e os 2 últimos representam o ano (ex: 4317 significa que a peça foi fabricada na 43ª semana do ano de 2017).

Algumas boas práticas para lhe ajudar a aumentar a vida útil dos seus pneus serão listadas aqui:

Cuide do alinhamento e balanceamento

A realização adequada de manutenções é um fator de grande importância não só para a garantia de uma vida útil maio do pneu, como também para garantir a segurança dos seus colaboradores, da comunidade e dos seus ativos. Para isso é fundamental fazer uso de ferramentas que lhe ajudem a não esquecer das suas manutenções.

Uma prática que ajuda bastante também é a do rodízio de pneus. Quando não feitos pode ser observado um desgaste maior, especialmente nos pneus da frente em veículos de tração dianteira.

Lembre-se da calibração

Andar com os pneus com a calibração abaixo do indicado pelo fabricante é uma prática que pode custar caro. O ideal é realizar a calibragem a cada 20 dias e com o veículo frio. A sugestão é que essa atividade seja feita ou dentro da própria garagem da empresa antes de iniciar os serviços, ou em um posto parceiro próximo.


A forma de dirigir conta muito

É muito importante conscientizar os seus condutores de que está literalmente na mão deles o poder de ajudar a empresa a reduzir diversos custos. Pneus que são expostos a frenagens bruscas, acelerações exageradas ou curvas acentuadas resultam em desgastes evitáveis. O ideal é investir na educação dos motoristas e na medição dessas informações.

Nesse sentido, um bom sistema de telemetria é fundamental. A telemetria vai lhe ajudar a obter as informações necessárias para poder avaliar a qualidade da direção dos motoristas.


Escolha o tipo adequado do pneu

Para que você garanta o melhor resultado possível no uso dos pneus é fundamental acertar na compra. Utilizar pneus de alta performance no ambiente urbano das cidades pode significar uma aceleração nos processos de deterioração. Identifique primeiro o tipo de terreno em que o veículo irá rodar e em seguida realize a aquisição seguindo essa orientação.

A Infleet quer ajudar a reduzir ainda mais os seus custos com pneus. Desejamos que esses ativos durem mais e impactem menos no seu orçamento, para que você possa investir em tecnologias que vão lhe ajudar a ser mais produtivo e seguro na sua operação.

Deixe-nos saber como podemos entrar nessa missão de ter uma operação segura e otimizada. Conheça nossa série de produtos que podem revolucionar a sua operação aqui.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas

Copyright © Infleet | Tecnologia para frotas 2020. All Rights Reserved.

Interakt Soluções de Engenharia LTDA