Como calcular o custo por quilômetro rodado

Como calcular o custo por quilômetro da minha frota? Vamos apresentar aqui para você um pouco mais desse assunto!
17/02/2024
4 min de leitura

O custo por quilômetro rodado é um indicador essencial para o controle financeiro e gestão de frotas, seja para uma transportadora que precisa desse indicador para precificar o valor do frete a ser cobrado em um serviço, seja para um distribuidor, que precisa desse valor para avaliar a viabilidade de rotas de distribuição dos produtos, planejar os custos operacionais e acompanhar a performance da empresa.

Toda empresa que possui um veículo precisa dessa informação para não perder dinheiro.

Além disso, o cálculo do custo por quilômetro te permite identificar os elementos de maior custo na sua operação, desperdícios e elaborar ações para economizar.

Então, como calcular o custo por quilômetro da minha frota? Vamos apresentar aqui para você um pouco mais desse assunto!

O que considerar no cálculo

Antes de calcular o custo por quilômetro rodada, é importante verificar alguns itens da sua frota. São eles:

1. Veículo utilizado

O tipo de veículo utilizado impacta diretamente no custo por quilômetro rodado. Assim, veículos maiores ou mais potentes tendem a consumir mais combustível e podem ter custos de manutenção mais elevados.

Portanto, é importante escolher um veículo adequado às necessidades da operação, levando em conta a eficiência e o propósito do uso.

2. Combustível

O consumo de combustível é um dos maiores gastos na operação de um veículo. Para calcular o custo por quilômetro, é necessário saber o consumo médio de combustível (km/l) e o preço do combustível.

Sendo que essa variável pode ser influenciada por fatores como o tipo de combustível (gasolina, diesel, etanol) e o estilo de direção do motorista.

3. Seguro

O valor do seguro pode variar significativamente com base no modelo do veículo, no perfil do motorista e na cobertura escolhida.

Então, é preciso fazer várias cotações para avaliar qual a melhor opção para sua frota.

4. IPVA e Licenciamento

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o licenciamento são despesas fixas que devem ser incluídas no cálculo.

Assim como o seguro, o valor anual do IPVA e do licenciamento deve ser dividido pelo total de quilômetros rodados no ano. Além de ter esse custo já definido no planejamento financeiro da frota.

5. Manutenção

É importante lembrar que manter o veículo em bom estado é essencial para evitar problemas mecânicos e garantir a segurança.

Afinal, os custos de manutenção incluem revisões periódicas, trocas de óleo, pneus e reparos diversos. Esses custos devem ser contabilizados e distribuídos ao longo dos quilômetros rodados.

6. Limpeza

Embora possa parecer um custo menor, a limpeza regular do veículo também deve ser considerada, especialmente em frotas comerciais onde a aparência e higiene do veículo são importantes.

Assim, sempre inclua os custos de lavagem e limpeza interna no cálculo.

7. Depreciação do veículo

A depreciação é a perda de valor do veículo ao longo do tempo. Para calcular a depreciação anual, subtraia o valor atual do veículo do valor de compra e divida pela quantidade de anos que espera utilizá-lo.

Com isso, divida esse valor pelo total de quilômetros rodados anualmente para obter a depreciação por quilômetro.

Exemplo de cálculo

O cálculo do custo por quilômetro de maneira geral é obtido somando o custo fixo com o variável do mês e dividindo pela quilometragem total percorrida:

  • VALOR DO KM RODADO = (CUSTO FIXO + CUSTO VARIÁVEL)/KM RODADO

Custos fixos de uma frota

Os custos fixos são aqueles que você precisará pagar independentemente de quantos quilômetros a sua frota percorrer, demanda da empresa ou serviços realizados. De maneira geral, é aquele valor que você paga se o veículo rodar ou não. Alguns dos principais custos fixos de uma frota são:

  • Seguro;
  • IPVA;
  • Salário e encargos dos motoristas;
  • Licenciamento;
  • DPVAT;
  • Depreciação do veículo;

A depreciação do veículo muitas vezes é ignorada no momento do cálculo do custo por quilômetro, porém, imagine que um veículo foi comprado por R$ 200.000,00 e deprecia 10% ao ano. Logo, ele tem um custo anual de R$ 20.000,00 reais para a sua empresa. Esse valor não pode ser ignorado.

Os custos fixos pagos anualmente podem ser divididos por 12 para uma avaliação do custo por quilômetro mensal.

Dentro do caso específico de cada empresa é possível existirem outros custos fixos, avalie a sua operação e quantifique cada um deles.

Custos variáveis de uma frota

Os custos variáveis de uma frota são aqueles que dependem da demanda, quilometragem percorrida ou serviços realizados. Ou seja, são aqueles custos que só existem quando o veículo roda e são proporcionais a quilometragem percorrida.

Alguns dos principais custos variáveis de uma frota são:

  • Pneus;
  • Manutenção;
  • Combustível;
  • Pedágio;
  • Despesas de viagens (hospedagem e alimentação);
  • Mutas;
  • Hora Extra do motorista e assistente;

Para o melhor controle desses custos você deve manter o seu veículo sob as melhores condições de operação possíveis, realizando manutenções preventivas e checklists de saída.

Desta forma, você evitará que o veículo rode com pneus descalibrados, desbalanceados ou desalinhados, ou com falha em algum sistema, pois isso irá provocar um maior custo com manutenção, combustível e pneus.

Para saber mais sobre isso veja o nosso post sobre os ladrões de km do seu veículo e o nosso post sobre dicas para reduzir o consumo de combustível.

Como calcular gasolina por km?

Divida a quantidade de combustível utilizada pela distância percorrida para encontrar o consumo de gasolina por quilômetro.

Consumo de gasolina por km = Distância percorrida (km) / Quantidade de combustível utilizada (litros)

Por exemplo, se você percorreu 300km com 25 litros, significa que o veículo percorreu 12 km com um litro de gasolina.

Conclusão

A informação do custo por quilômetro é, portanto, essencial para o controle financeiro de uma empresa. Para realizar um cálculo adequado é preciso ter todas as informações de itens de custo e valores relacionados a cada veículo, bem como a quilometragem que cada um deles percorreu.

Nesse sentido os sistemas de gestão de frotas podem ser bastante úteis, pois permitem todo o registro e geração de relatórios das despesas da frota bem como o armazenamento da informação de quilometragem percorrida.

A gestão de frotas pode ser muito mais simples!

Tenha tudo na palma da sua mão e em um só lugar com o Super App Infleet para ter uma gestão de frota mais simples, fácil e eficaz.

Homem no celular

Compartilhe:

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos no seu e-mail!

plugins premium WordPress

Preencha os seus dados

Faça um teste grátis do nosso sistema de gestão de frotas

Um de nossos consultores entrará em contato para te auxiliar com o teste grátis!

"*" indica campos obrigatórios

Aceito receber comunicações e as políticas de privacidade*
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Entraremos em contato em até 2 horas úteis. O contato é gratuito e sem compromisso.