Sinais de que os custos de manutenção da sua frota estão elevados

É preciso ficar atento à manutenção da sua frota e está constantemente buscando formas de controlar esses custos. Confira mais aqui!
08/03/2024
7 min de leitura

Os custos com manutenção de frota estão entre os três principais custos operacionais, juntamente com o custo de pneus e de combustível. Por isso, todo gestor de frotas precisa ficar muito atento à manutenção da sua frota e está constantemente buscando formas de melhorar a conservação dos veículos, sejam eles leves, motos, caminhões ou máquinas.

É comum que muitos gestores se deparem com custos de manutenção acima do planejado ou custos fora do normal durante um determinado período e se perguntem o que está acontecendo com a sua frota para causar isso.

Por outro lado, outros gestores que não acompanham os custos de manutenção da frota nem percebem que o custo está elevado, se acostumam com aqueles valores e deixam a situação da forma que ela está, ou seja, trazendo prejuízo para a empresa.

Com isso, a empresa perde lucratividade, a indisponibilidade constante de veículos limita a prestação de serviços, reduzindo receitas, fazendo com que os resultados da empresa fique ruins.

Sendo assim, escrevemos esse artigo com 4 sinais de que a sua frota está apresentando custos elevados de manutenção e que devem fazer você levantar a bandeira amarela na empresa e olhar com mais cuidado para esse setor.

O que são custos de manutenção?

Os custos de manutenção referem-se a todas as despesas associadas à manutenção preventiva e corretiva dos veículos de uma frota.

Essas despesas podem variar amplamente dependendo do tipo de veículo, da frequência de uso e da qualidade das práticas de manutenção adotadas.

Por isso, manter um registro detalhado dos custos de manutenção é essencial para prever despesas futuras, tomar decisões informadas e garantir que a frota opere de maneira eficiente e segura.

Quais são os diferentes tipos de custos de manutenção

Existem diferentes custos de manutenção, sendo necessário ficar atento a todos os itens que refletem nos gastos. Confira alguns desses custos nos tópicos a seguir.

Custo direto

Os custos diretos são aqueles diretamente atribuíveis à manutenção dos veículos. Eles incluem:

  • Peças de reposição: Custos relacionados à substituição de peças desgastadas ou danificadas.
  • Mão de obra: Despesas com serviços de manutenção realizados por mecânicos e técnicos.
  • Materiais de consumo: Óleos, lubrificantes, fluidos e outros materiais utilizados durante a manutenção.
  • Ferramentas e equipamentos: Investimentos em ferramentas específicas necessárias para reparos e manutenções.

Custo induzido

Os custos induzidos são aqueles que resultam de falhas na manutenção preventiva ou de reparos inadequados. Esses custos podem incluir:

  • Paradas não planejadas: Perda de produtividade devido a veículos fora de serviço.
  • Reparos emergenciais: Gastos adicionais com reparos urgentes que poderiam ter sido evitados com manutenção preventiva adequada.
  • Danos secundários: Custos decorrentes de problemas mecânicos que causam danos a outras partes do veículo.

Custo indireto

Os custos indiretos são aqueles que não estão diretamente ligados à manutenção, mas que impactam a operação e a eficiência da frota. Eles podem incluir:

  • Perda de receita: Redução da capacidade de operação devido a veículos fora de serviço.
  • Impacto na reputação: Atrasos ou falhas nos serviços podem afetar a percepção dos clientes e a reputação da empresa.
  • Seguros e garantias: Aumento dos prêmios de seguro devido a um histórico de manutenção deficiente.
  • Treinamento e capacitação: Custos associados ao treinamento de motoristas e mecânicos para garantir práticas de manutenção adequadas.

O que compõe o custo de manutenção

Os custos de manutenção da frota são todos aqueles relacionados ao aumento ou garantia da vida útil do veículo. São os custos necessários para manter o veículo funcionando e operando dentro das condições adequadas. De maneira mais prática, são os custos de troca ou compra de peças, serviços no veículo, reparos, substituições, etc.

Os custos com pneus podem fazer parte da composição dos custos de manutenção, porém, como esse item representa uma parcela significativa do custo de uma empresa, geralmente ele é tratado e gerenciado separadamente.

A manutenção em uma frota pode ser corretiva ou preventiva.

Muitos gestores infelizmente ainda acham que a manutenção preventiva é um custo extra que pode ser evitado e não realizam esse controle, deixando apenas para realizar algum serviço apenas no momento em que ocorre algum problema maior que necessita de um serviço corretivo.

Isso às vezes faz com que os custos de manutenção da frota se tornem muito elevados. Mas, como saber se os custos estão ou altos, ou não? Observe os seguintes indícios:

Veículos mal conservados

Veículos com aparência externa de má conservação é um sinal de que ele não está sendo bem cuidado.

Um sinal de que o veículo não está sendo bem cuidado é também um sinal de que os custos de manutenção podem estar altos demais. Alguns sinais de má conservação são:

  • Estado dos pneus desgastado;
  • Peças constantemente com mau funcionamento;
  • Problemas elétricos recorrentes;
  • Aparência ruim do veículo.

Se a sua frota apresenta esses sinais de má conservação, é bem possível que os custos de manutenção estejam altos. Quando o veículo não é bem cuidado pelo gestor e pelo motorista é grande a chance de ocorrerem manutenções corretivas em excesso.

Condutas indevidas do motorista

O modo de condução do motorista está diretamente relacionado aos custos de manutenção de uma frota. O modo de condução mais agressivo do motorista aumenta o desgaste de pneus, pastilhas, sistema de transmissão, freios, câmbio, etc.

Além disso, um motorista que não cuida do veículo também provoca mais desgastes.

Nesse caso, é fundamental que você esteja atento ao modo de condução do motorista. Acompanhe com sistema de telemetria veicular os hábitos de aceleração, curva, frenagem, troca de marcha e RPM. Acompanhe também a velocidade, multas e incidentes.

A partir disso, você pode advertir os motoristas com mau comportamento e também treiná-los em uma condução econômica.

Envolvimento com acidentes

Se os seus veículos se envolvem em acidentes constantemente os seus custos de manutenção com certeza são altos.

Muitas vezes, após um acidente um veículo não tem a mesma performance de quando era novo. Ele começa a apresentar problemas com maior frequência, perde autonomia e não importa quantas manutenções você passa, ele nunca mais será igual ao novo. Esse tipo de situação faz com que as manutenções sejam muito mais frequentes do que necessário e desejado e por isso aumentam os seus custos de manutenção.

Por outro lado, se os seus motoristas são imprudentes e a sua frota está envolvida em acidentes rotineiramente, você terá custos altos de reparo e também de indisponibilidade do veículo constantemente, fazendo o seu custo de manutenção ir para as alturas.

Manutenções não realizadas

Por último, temos a questão da manutenção preventiva.

Empresas com um baixo custo de manutenção tem um ponto em comum, fazem manutenção preventiva com regularidade a fim de evitar custos maiores de manutenção corretiva no futuro.

Em muitos casos, um alto custo de manutenção corretiva pode ser evitado, realizando manutenções corretivas muito mais baratas frequentemente. Porém, alguns gestores quando percebem um aumento no custo de manutenção ao invés de criarem um plano mais rigoroso de serviços preventivos, fazem o contrário, eliminam o plano de manutenção preventiva, pois acreditam que estão reduzindo a quantidade de serviços mensais e assim o custo.

Um ano um serviço preventivo que pode custar R$ 500,00 por mês ajuda a prevenir um problema corretivo de R$ 30.000,00 no futuro.

Portanto, é extremamente recomendável que você adote um plano de manutenção preventiva para a sua frota para reduzir os seus custos de manutenção.

Perguntas frequentes dos custos de manutenção

Gerenciar os custos de manutenção pode ser desafiador, especialmente quando se trata de uma frota de veículos. Abaixo, confira as duas principais perguntas sobre os custos de manutenção para esclarecer dúvidas e otimizar a gestão da frota.

Como calcular os custos de manutenção?

Calcular os custos de manutenção de uma frota de veículos envolve considerar todas as despesas associadas à manutenção preventiva e corretiva. Aqui estão os passos básicos para calcular esses custos:

  1. Liste todos os custos relacionados à manutenção, incluindo peças de reposição, mão de obra, materiais de consumo, ferramentas e equipamentos.
  2. Separe os custos em diretos, induzidos e indiretos para uma análise mais detalhada.
  3. Mantenha um registro contínuo dos custos de manutenção para cada veículo na frota.
  4. Some todas as despesas registradas e divida pelo número de meses ou anos para obter uma média.
  5. Identifique padrões ou picos nos custos de manutenção que possam indicar problemas específicos.

Como reduzir os custos de manutenção?

Reduzir os custos de manutenção é crucial para manter a eficiência e a rentabilidade da frota. Aqui estão algumas estratégias eficazes para alcançar esse objetivo:

  • Estabeleça um cronograma de manutenção preventiva para realizar inspeções e reparos regulares antes que os problemas ocorram;
  • Utilize checklists detalhados para garantir que todos os componentes críticos sejam verificados durante cada manutenção;
  • Utilize sistemas de telemetria para monitorar o desempenho dos veículos em tempo real e detectar problemas antes que se tornem graves;
  • Gere relatórios periódicos para analisar os custos de manutenção e tomar decisões baseadas em dados concretos;
  • Ensine os motoristas a adotar práticas de condução que reduzam o desgaste do veículo e o consumo de combustível.

Além de reduzir os custos de manutenção, você ainda pode aumentar a eficiência operacional, prolongar a vida útil dos veículos e garantir a segurança dos motoristas.

Soluções Infleet para reduzir os custos de manutenção

Ter uma fonte objetiva de dados de frota, fornecida por um sistema integrado de gestão de frota, pode ajudar a superar o tipo de desafio que todos os que gerenciam veículos enfrentam em algum momento.

Conte conosco para entender as suas necessidades e desenhar com você uma solução voltada para redução de custos e aumento de produtividade.

Teste aqui gratuitamente os módulos de gestão: videotelemetria, telemetria, monitoramento, checklist, gestão de abastecimento, manutenção e muito mais.

A gestão de frotas pode ser muito mais simples!

Tenha tudo na palma da sua mão e em um só lugar com o Super App Infleet para ter uma gestão de frota mais simples, fácil e eficaz.

Homem no celular

Compartilhe:

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos no seu e-mail!

plugins premium WordPress

Preencha os seus dados

Faça um teste grátis do nosso sistema de gestão de frotas

Um de nossos consultores entrará em contato para te auxiliar com o teste grátis!

"*" indica campos obrigatórios

Aceito receber comunicações e as políticas de privacidade*
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Entraremos em contato em até 2 horas úteis. O contato é gratuito e sem compromisso.