6 tendências da cadeia de suprimentos a serem observadas em 2022

6 tendências da cadeia de suprimentos a serem observadas em 2022

Economias circulares, maior flexibilidade, gestão ecologicamente correta e melhor retenção de motoristas estão entre as tendências da cadeia de suprimentos a serem observadas em 2022.

Após a recente pandemia mundial, as cadeias de suprimentos em todo o mundo começaram a juntar os pedaços e mapear novos territórios para se recuperar.

Com os volumes de entrega mais altos do que nunca, as empresas precisarão ajustar suas operações da cadeia de suprimentos para obter maior eficiência, flexibilidade e redução de custos, e há algumas tendências da cadeia de suprimentos para o futuro que devem ser levadas em consideração para atingir essas metas.

Então continue a leitura e confira as 6 tendências da cadeia de suprimentos a serem observadas em 2022:

1. Cadeia de suprimentos como serviço (SCaaS)

A indústria está mudando rapidamente e tudo está sendo oferecido como um serviço, incluindo a cadeia de suprimentos.

Reconhecer a cadeia de suprimentos como serviço (SCaaS) permite que as empresas obtenham um maior retorno sobre o investimento colaborando com vários parceiros de logística para atender a todas ou uma fração de suas necessidades de cadeia de suprimentos, como aquisição, controle de produção, fabricação, qualidade, armazenamento e logística.

Além disso, ver a cadeia de suprimentos como um serviço oferece às empresas uma oportunidade estratégica de melhorar a eficiência de cada componente da cadeia de suprimentos e permite que elas definam estruturas de custo baixo e variável usando tecnologias e processos rapidamente escaláveis.

2. Economias circulares

O modelo de economia circular está se tornando mais lucrativo e popular do que a cadeia de suprimentos linear tradicional. Esse modelo de produção e consumo incentiva a revenda de materiais descartados e ajuda a diferenciar as marcas ao aproximar clientes e pequenos produtores.

Além disso, essa metodologia premia os pequenos fornecedores pelo compromisso com a sustentabilidade em todo o processo, com o objetivo final de reduzir os impactos ambientais e alinhar os incentivos a uma economia inclusiva.

3. Cadeias de suprimentos flexíveis

A pandemia mostrou que as cadeias de suprimentos devem ser flexíveis ao lidar com as flutuações do mercado e fatores externos inesperados. Como resultado, a redução de estoque pode não ser mais a melhor estratégia, e as empresas precisarão se adaptar às mudanças no comportamento do cliente com abordagens flexíveis para expandir e atender à demanda.

Uma cadeia de suprimentos flexível, quando feita de forma eficaz, pode ajudar a reduzir custos, melhorar o serviço, reduzir riscos e aumentar a vantagem competitiva de uma empresa.

4. Gestão ecologicamente correta

À medida que o consumo verde aumenta, espera-se que mais empresas implementem processos de cadeia de suprimentos ecologicamente corretos.

Até o final de 2022 e além, é provável que as empresas implementem uma gestão mais verde da cadeia de suprimentos e integrem processos ambientais sustentáveis ​​na cadeia de suprimentos tradicional, que pode incluir design de produto, fornecimento e seleção de materiais, fabricação e produção, operação e fim de vida. gestão.

5. Foco em soluções de entrega

Para atender às demandas dos consumidores por entregas rápidas e transparentes, outra tendência para o futuro da cadeia de suprimentos será a união de varejistas e empresas de logística como parceiros da cadeia de suprimentos, com foco na criação da melhor entrega de última milha possível.

A tecnologia disponível hoje permitirá que eles se adaptem ao mercado e lidem com eventos inesperados, como tráfego, problemas de roteamento, incapacidade de entregar pedidos e muito mais.

Nesse cenário, o uso de Inteligência Artificial (IA) e aprendizado de máquina beneficiará e definirá quem será visto como o líder da cadeia de suprimentos em 2022.

6. Investimento na retenção de motoristas

As empresas contam com a força de trabalho dos motoristas para manter sua cadeia de suprimentos funcionando. Por isso, as empresas devem investir em estratégias de retenção de motoristas, como melhores salários e condições de segurança, entre outras.

Além disso, outra tendência é disponibilizar uma solução integradora que entregue dados acionáveis sobre o comportamento dos motoristas, tornando a sua rotina mais simples e aumentando sua eficiência. Esse foco na retenção de motoristas, combinado com a tecnologia para facilitar seu trabalho, provavelmente resultará em motoristas mais felizes permanecendo nas empresas por períodos mais longos.

A indústria está evoluindo e continuará seguindo ao longo de 2022 e para além desse ano. Em um futuro próximo, é justo concluir que o principal objetivo das cadeias de suprimentos é melhorar sua resiliência ao inesperado.

Para as empresas, será essencial manter-se relevante e no topo das tendências globais da cadeia de suprimentos à medida que a demanda cresce.

Gostou do nosso artigo? Então nos siga em nossas redes sociais (LinkedIn, Instagram, Facebook, TikTok e YouTube) e não perca mais nenhuma novidade!

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas