Gestão de frotas sustentáveis: o que é e como fazer

Gestão de frotas sustentáveis: o que é e como fazer

O setor de transporte é um dos causadores de poluição do planeta, pois como sabemos a emissão de gases dos veículos têm uma parcela de culpa no aquecimento global e nas mudanças climáticas. Sendo assim, surgiu a necessidade de uma gestão de frotas sustentáveis para esse ramo.

Você, gestor, sabia que aderir à ação sustentável não só ajuda o meio ambiente, como também traz mais economia para a empresa? É por essa razão que a consciência ambiental já está sendo adotada por várias organizações.

Mas, é claro que se inserir nesse novo mundo, aprender a lidar com as exigências impostas e superar os desafios de administrar uma frota ecológica, pode não ser uma tarefa fácil. Por isso, para saber mais sobre o assunto, veja a seguir o que é e como implementar a sustentabilidade nas frotas.

O que é gestão de frotas sustentáveis?

Antes de tudo, vamos entender o conceito de sustentabilidade, ela nada mais é que um conjunto de ações ecologicamente corretas que visam preservar o meio ambiente. A gestão de frotas, por sua vez, é um conjunto de práticas administrativas que tem como objetivo organizar a utilização dos veículos de uma empresa.

O gestor, então, precisa pensar em processos estratégicos, analisar indicadores e tomar decisões assertivas. E para uma frota sustentável não é diferente, ele deve otimizar rotas, avaliar as melhores maneiras de manuseio dos recursos, sugerir formas de evitar desperdícios, principalmente do combustível, e dar preferência a veículos e insumos mais ecológicos.

Dicas de como implementar uma frota sustentável

Você já entendeu o que é uma gestão de frota sustentável, agora verifique algumas orientações sobre o que fazer para começar a aplicá-la.

1. Estabeleça metas

Antes de iniciar o projeto é importante sempre definir metas mensuráveis para alcançar, determinar prazos para concluí-las e, claro, acompanhá-las. Além de deixar todos os envolvidos cientes do propósito ambiental da empresa.

O objetivo da frota sustentável pode ser, por exemplo, reduzir o consumo de combustível, otimizar o tempo das rotas, ou até mesmo um cronograma de substituição dos veículos por opções menos poluentes, como os elétricos.

2. Treine e conscientize a equipe

Não adianta ter um ótimo plano de ação sustentável se os colaboradores não fizerem sua parte, então tenha em mente que é preciso realizar o treinamento dos motoristas, para que eles se conscientizem e mudem os hábitos.

Por exemplo, orientar sobre como economizar o combustível, mostrando que desligar o veículo em longas paradas seria uma solução, explicar que o modo de condução dos automóveis tem que ser feito de forma cautelosa, e também falar o que deve ser evitado para não arriscar o desgaste de peças, pneus, óleo, entre outros.

Isso não só evita danos para empresa, como agride menos a natureza.

3. Faça manutenções preventivas

Sempre que puder, evite um problema.

A manutenção preventiva das frotas é importante para a segurança dos automóveis como um todo. Serve para evitar possíveis danos, como a quebra de peças e a queima desequilibrada do combustível. Além de manter os veículos regulados e com bom desempenho, o que reduz os gastos futuros e diminui a emissão de gases poluentes.

4. Otimize as rotas

Produzir roteiros otimizados é outra alternativa para as frotas que querem agir de forma sustentável e melhorar a produtividade.

Assim, é necessário pesquisar sobre os melhores trajetos para realizar um percurso menor e os horários que possuem pouco movimento, de modo a evitar os possíveis engarrafamentos. Só essas mudanças já podem consumir menos combustível e reduzir a poluição.

5. Utilize o rastreamento

Controlar a frota é essencial para a sustentabilidade, e o rastreamento permite observar todos os passos dos motoristas, como os quilômetros percorridos, os excessos de velocidade, os desvios de rotas, as freadas bruscas ou qualquer outro comportamento perigoso.

Isso pode ser feito por meio dos sistemas de monitoramento e telemetria, o que é de grande ajuda para o gestor, pois é possível analisar detalhadamente as situações e pensar em melhores práticas de condução, soluções de economia e preservação.

6. Respeite os limites de carga

Veículos com excesso de carga são um perigo, pois podem causar acidentes nas rodovias, danificar as estradas, consumir mais combustível, estragar equipamentos e aumentar as manutenções, tendo como consequência mais custos e menos preservação ambiental.

7. Prefira o uso do etanol

Se os veículos da frota forem compatíveis com o álcool, é preferível o abastecimento com esse combustível. Ele é menos poluente, pois é produzido a partir de matérias-primas de vegetais, como a cana-de-açúcar. Além disso, é uma opção renovável e limpa.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é gestão de frotas sustentáveis e a maneira como fazer isso, é só se organizar para colocar em prática na sua empresa e, em seguida, colher os benefícios, tanto próprios quanto ambientais.

Para saber mais sobre a sustentabilidade nas frotas, confira quais são os benefícios da redução do CO² para esse setor.

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas