Como auxiliar o motorista para diminuir os acidentes de trânsito na gestão de frota?

Vem conferir algumas estratégias que podem auxiliar os motoristas na redução de acidentes de trânsito para promover uma gestão de frota mais segura.
08/11/2023
6 min de leitura
Como auxiliar o motorista para diminuir os acidentes de trânsito na gestão de frota?

Sabemos que a gestão de frota é uma atividade complexa que demanda a combinação de eficiência operacional com segurança nas estradas. 

Além da gestão de veículos e pessoas, é preciso também gerenciar os acidentes que podem acontecer. Mais do que economizar gastos financeiros, é importante manter à integridade física dos condutores.

No entanto, como ter o motorista como principal aliado para a redução desses eventos?

Esse é um desafio que muitos gestores de frotas enfrentam, então vem conferir algumas estratégias que podem auxiliar os motoristas na redução de acidentes de trânsito para promover uma gestão de frota mais segura e eficiente.

Dados dos sinistros de trânsito no Brasil

Antes de falar sobre as estratégias, é preciso lembrar que houve uma revisão da norma NBR 10697, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) em 2020. Assim, o termo “acidentes de trânsito” foi atualizado para “sinistros de trânsito”. 

Segundo a atualização, sinistro de trânsito é “todo evento que resulte em dano ao veículo ou à sua carga, e/ou em lesões a pessoas e/ou animais, e que possa trazer dano material ou prejuízos ao trânsito, a via ou ao meio ambiente, em que pelo menos uma das partes está em movimento nas vias terrestres ou em áreas abertas ao público”

Já a palavra “acidente” remete a algo inevitável ou que não poderia ter sido evitado. Então, quando analisamos fatores como excessos de velocidade, modo de condução do veículo, integridade da frota e o estado do motorista, todas essas são variáveis onde temos o controle.

Aproveite para saber mais sobre esse assunto neste episódio do nosso podcast:

Dito isso, os números são preocupantes e a segurança se tornou uma prioridade para todos. 

Afinal, a frota brasileira conta com quase 60 milhões de veículos circulando em todo o país. Conforme dados mais recentes divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), em 2021, foram 64.515 acidentes, sendo 5.395 óbitos em ocorrências envolvendo transportes terrestres. 

As cinco principais causas desses sinistros são:

  • Falta de atenção (34,9%)
  • Desobediência à sinalização (12,9%)
  • Velocidade incompatível (10,4%)
  • Não guardar distância segura (7,9%)
  • Álcool (7,9%)

Além de analisar as causas dos sinistros, educar os motoristas e cobrar por melhoria nas estradas, todos devem aderir à segurança como prioridade na gestão de frota. 

5 Estratégias para auxiliar o motorista para diminuir os acidentes de trânsito na gestão de frota

A tecnologia é uma excelente aliada para a gestão de frota tanto para os veículos como para as pessoas envolvidas.

Por isso, separamos algumas estratégias que podem auxiliar na redução dos sinistros de trânsito.

1. Instalação da videotelemetria

Antes que o motorista pense que a câmera é mais um meio de controle, é importante que ele compreenda que essa ferramenta é uma forma de garantir a sua segurança em todos os aspectos.

A videotelemetria combina dados da telemetria com vídeos capturados a partir de câmeras veiculares. Essas câmeras são instaladas para acompanhar mostrar o motorista como também a via, ou seja, no mínimo, são duas por veículo.

A partir dessas imagens, o gestor pode ter uma visão mais profunda sobre o comportamento do motorista e as intercorrências da estrada. 

Com a videotelemetria, é possível verificar situações como:

  • O uso do celular;
  • Fadiga;
  • Distração ao volante;
  • Fumar ao dirigir;
  • Frenagens bruscas;
  • Riscos de colisão;
  • Excesso de velocidade e muito mais.

 

Assim que a videotelemetria identifica um desses comportamentos, uma mensagem é emitida da câmera, funcionando como um assistente de modo de condução do motorista.

Confira um exemplo no vídeo abaixo:

Com esse dispositivo instalado, a operação pode diminuir em até 60% os sinistros de trânsito e 40% os custos com infração. 

Além de ter uma redução de até 80% dessas distrações, o que pode aumentar a produtividade dos motoristas em 25%.

2. O uso da telemetria

Para realizar um acompanhamento do seu veículo e ter informações valiosas, pode implementar a telemetria veicular que consiste na coleta e tratamento de dados remotos dos veículos. Isso inclui informações como:

  • Velocidade;
  • Frenagens bruscas;
  • Alta velocidade em curvas acentuadas;
  • Tempo de ociosidade do motor;
  • Ajuda na elaboração do ranking dos motoristas e muito mais!

Assim, o gestor pode acompanhar diversos dados de onde estiver sem precisar ir até o veículo, o que aumenta a sua eficiência operacional.

Por meio da telemetria, é possível identificar comportamentos inadequados dos motoristas, dados sobre o veículo que podem contribuir para eventos como os sinistros de trânsito. 

Além disso, com um feedback mais assertivo, o gestor pode aplicar treinamentos mais específicos para a melhoria da sua condução como veremos mais a frente nesse artigo.

3. Identificação do motorista

Para proteger o motorista, é importante saber quem está a frente da operação, concorda? 

Então, para uma maior segurança operacional, a identificação do motorista contribui para a melhoria do modo de condução e, consequentemente, uma redução de custos para a frota.

Existem algumas tecnologias que podem ser aplicadas para realizar essa identificação, como:

  • Cartão RFID e Ibutton: Cada veículo tem um instalado um leitor e cada motorista recebe um identificador (cartão RFID ou Ibutton) que funciona para identificá-lo como se fosse um crachá. Quando o motorista aproxima o seu cartão do leitor, as informações são enviadas para o rastreador veicular.
  • Teclado: Ao invés de existir um cartão e um leitor, será o uso de um teclado e uma senha. Cada motorista possui uma senha própria de identificação que deve ser aplicada antes de iniciar a sua jornada.
  • Aplicativo do motorista: Nesse caso, cada motorista possui, em seu celular, o aplicativo de controle de jornada do motorista para realizar o login e ser identificado.

Ainda há outras formas indiretas para identificar os motoristas, que podem ser:

  • Checklist de entrada e saída do veículo;
  • Controles de portaria;
  • Tacógrafo;
  • Controles de abastecimento.

Essas são algumas formas para garantir que todos saibam quem está a frente de cada operação, qual veículo está em uso e qual a rota será seguida. Assim, caso aconteça algum sinistro, a tomada de ação será mais efetiva.

4. Treinamento mais assertivos

Como educar os motoristas para uma boa condução? Talvez, esse seja o desafio para muitos gestores. Por isso, uma das estratégias pode ser o ranking dos motoristas

O ranking pode incluir uma variedade de fatores para sua análise, como:

  • Pontualidade;
  • Segurança ao dirigir;
  • Consumo de combustível;
  • Quantidade de manutenções;
  • Satisfação dos clientes;
  • Adesão às políticas da empresa;
  • E muito mais.

De forma que você pode oferecer treinamentos mais específicos para cada um. Ou você acha que o motorista em primeiro lugar precisa participar da mesma capacitação de quem está em último?

Vale lembrar que não é somente levar o motorista para a sala de aula, mas também mostrar a importância desse momento. É importante saber escutar o feedback, encontrar soluções e buscar meios para que todos possam realizar a operação da melhor forma.

Com o ranking, é possível aumentar sua produtividade em até 20% e melhorar os resultados da operação e, consequentemente, reduzir a ocorrência de sinistros no trânsito.

Confira mais sobre a importância do treinamento para os motoristas nesse episódio do nosso podcast:

5. Deixe claro as políticas da gestão de frota

A definição de políticas claras de condução responsável é essencial para que todos estejam alinhados com a empresa. 

Essas políticas devem abordar itens como:

  • Velocidade;
  • O uso do celular;
  • O consumo de álcool e drogas;
  • A importância das horas descanso;
  • O uso de cinto de segurança;
  • E outras práticas seguras. 

Os motoristas precisam compreender as consequências de não seguir essas políticas, que vão além dos prejuízos causados a frota como também podem afetar seu bem-estar físico.

Por isso, é fundamental que o gestor acompanhe os dados dos veículos e o comportamento do motorista por meio de uma tecnologia de ponta. Não somente para identificar os erros, mas para incentivar uma cultura de segurança em todos os processos.

Além de deixar claro sobre a política da frota, é importante ouvir os motoristas sobre as condições das estradas, a manutenção do veículos e outros fatores que podem influenciar para o acontecimento dos sinistros de trânsito.

Vale ressaltar que essas estratégias podem ser aplicadas de modo mais prático, fácil e eficiente com um ótimo sistema para a gestão de frota. Além da redução dos sinistros de trânsito, você pode melhorar diversos aspectos na sua empresa.

Ficou interessado e quer saber mais? Então, entre em contato agora mesmo. Estamos aqui para ajudar a tornar sua operação de frota mais segura e eficiente.

A gestão de frotas pode ser muito mais simples!

Tenha tudo na palma da sua mão e em um só lugar com o Super App Infleet para ter uma gestão de frota mais simples, fácil e eficaz.

Compartilhe:

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos no seu e-mail!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Materiais gratuitos

Tenha acesso aos nossos materiais gratuitos

Diversos materiais gratuitos e atualizados da Infleet com informações que podem ajudar na gestão da sua frota.

Clientes e parceiros

O que os nossos clientes dizem

Clientes e parceiros que inovam na gestão de frotas com o Super App Infleet

São diversas empresas que se beneficiam com as funcionalidades que o Super App Infleet traz para a sua gestão de frota.

plugins premium WordPress

Preencha os seus dados

Faça um teste grátis do nosso sistema de gestão de frotas

Um de nossos consultores entrará em contato para te auxiliar com o teste grátis!

"*" indica campos obrigatórios

Aceito receber comunicações e as políticas de privacidade*
Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Entraremos em contato em até 2 horas úteis. O contato é gratuito e sem compromisso.