Como evitar a condução sonolenta em sua frota

Como evitar a condução sonolenta em sua frota

A condução sonolenta e o cansaço ao volante são as principais causas de morte nas rodovias brasileiras.

De fato, dirigir com sono é tão perigoso que, de acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET) em parceria com a Academia Brasileira de Neurologia e o Conselho Regional de Medicina indicou que cerca de 42% dos acidentes de trânsito estão relacionados ao sono. O mesmo estudo descobriu que 10 a 20% dos acidentes de ônibus ou caminhão acontecem devido a um motorista cansado.

Obviamente, essa é uma grande preocupação tanto para a saúde dos funcionários quanto para a saúde pública e para os resultados da sua frota. Por isso, produzimos esse artigo a fim de te ajudar

Por que os motoristas ficam sonolentos?

A primeira causa óbvia de dirigir sonolento é a falta de sono. Um estudo da National Traffic Safety Administration (NHTSA), entidade norte-americana de segurança viária, descobriu que apenas 21% dos americanos dormem o suficiente .

Embora cada pessoa seja única, outros fatores também influenciam a condução sonolenta, incluindo:

• Há quanto tempo o motorista está dirigindo, trabalhando e acordado

• A qualidade e quantidade do sono do funcionário

• A hora do dia

• O estado mental e físico do motorista, como temperatura corporal, idade ou condições de saúde (por exemplo, um ou transtorno de estresse)

• A experiência de condução do motorista

• Tipos de alimentos e quantidade de cafeína consumida

Como você pode identificar um motorista sonolento?

Uma atitude preventiva que qualquer gestor de frota pode tomar para evitar que os seus condutores dirijam com sono é procurar indicadores ou indicadores que digam que o seu funcionário está com sono.

Os indicadores de um motorista sonolento podem incluir:

• Sinais mentais de exaustão extrema: por exemplo, incapacidade de tomar decisões prontamente, irritabilidade, baixa concentração e motivação

• Reclamações sobre excesso de trabalho ou cansaço

• Sinais físicos de falta de sono, como tempo de reação lento, pálpebras pesadas, bocejos, injeções de sangue olhos

Como parar de dirigir sonolento em sua frota

Funcionários e empregadores compartilham a responsabilidade de parar a condução sonolenta em uma frota para diminuir a possibilidade de acidentes e lesões.

Por exemplo, espera-se que os funcionários informem seu empregador se não estiverem aptos para dirigir por qualquer motivo. Eles também devem ter uma quantidade adequada de sono e cumprir as pausas programadas.

Embora os empregadores e gerentes de frota não possam monitorar facilmente os hábitos de sono de seus motoristas de frota, existem algumas etapas que você pode tomar para reduzir os riscos de dirigir sonolento em sua frota:

1. Incentive a comunicação aberta em sua frota

Embora possa parecer uma solução muito simples, um passo proativo no combate à condução sonolenta é criar um ambiente de trabalho em sua frota que incentive a comunicação aberta. Isso permite que os motoristas se comuniquem livremente com os gerentes de frota sempre que não puderem dirigir devido à privação do sono.

2. Programe os turnos de trabalho adequadamente

Você deve agendar turnos de trabalho de forma adequada e consistente. Quando você não conseguir agendar os turnos adequadamente, informe seus funcionários com antecedência para que eles possam ajustar suas rotinas, o que inclui horas de sono.

O nível de tolerância dos motoristas em relação à mudança de horário varia, portanto, certifique-se de ser flexível o suficiente.

Alguns motoristas podem ser mais produtivos e alertas da tarde à noite, enquanto outros ficam mais acordados pela manhã. A flexibilidade permite que você aproveite os pontos fortes de seus motoristas para evitar uma condução sonolenta e garantir menos colisões/lesões.

3. Aproveite os registros eletrônicos

Dispositivos de registro eletrônico ajudam a regular o tempo que os motoristas comerciais passam dirigindo de acordo com a regra de horas de serviço, que limita o tempo de condução do motorista para controlar a condução cansada.

4. Solicitar testes de adequação ao serviço

Esses testes são usados ​​para testar se um motorista está mentalmente e fisicamente apto para desempenhar adequadamente seu trabalho. Você pode solicitar o teste de motoristas que mostram sinais razoáveis ​​de privação de sono em um nível em que se torna questionável se o motorista pode dirigir com segurança.

5. Use um dispositivo de rastreamento de faixa

Um dispositivo de rastreamento de faixa é uma ferramenta que soa um alarme quando um motorista muda de faixa sem usar sinais de direção. Tal comportamento revela uma possibilidade muito forte de condução sonolenta. Você pode usar essa ferramenta para identificar rapidamente esse comportamento e se comunicar com o motorista para garantir que ele pare o veículo imediatamente.

6. Implementando correções rápidas

Os métodos listados abaixo são correções de curto prazo para combater a condução sonolenta e não resolverão o problema a longo prazo. Aqui estão algumas correções rápidas que você pode implementar:

• Solicite aos motoristas que tirem cochilos se mostrarem sinais de sonolência;

• Reduza a temperatura do veículo;

• Aumente a exposição à luz;

• Programe intervalos a cada 160 quilômetros;

• Aumente a circulação trocando de mãos com frequência ao dirigir;

• Monitore o tipo de música tocada no veículo (músicas suaves X músicas alegres)

Conclusão

Os perigos de dirigir sonolento são inúmeros. Os gestores de frota precisam saber identificar os riscos para seus motoristas e implementar uma estratégia para impedir que isso aconteça.

Ao incentivar a comunicação, agendar cuidadosamente os turnos dos motoristas e realizar testes de aptidão para o serviço quando necessário, você pode reduzir drasticamente o risco de que a condução sonolenta coloque em risco seus motoristas, o público e seus resultados.

Gostou do conteúdo? Então considere assinar a nossa newsletter para receber conteúdos em primeira mão!

Monitore a sua frota e otimize seus custosInfleet | Tecnologia de ponta para gestão de frotas